Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

GameOver: Blog oficial

O blog oficial do GameOver. Participa!



Quinta-feira, 15.05.08

Gaygamer é que não!

 

Um utilizador do serviço Xbox Live foi obrigado pela Microsoft a mudar o seu gamertag. Era terrivelmente ofensivo. Arrasava por completo com as fundações da boa conduta moral e dos bons costumes. “thegaygamer”... isso é que não pode ser. Não há pachorra para o falso moralismo norte-americano!!!

 

De acordo com Stephen Toulouse, da Microsoft, nos termos de uso do serviço está explícito que não é permitida a criação de Gamertags que possam ofender terceiros.

 

Assim, é expressamente proibida a utilizações de expressões que dêem a entender, abreviem ou insinuem palavrões e calão, linguagem sexualmente explícita, insinuações de cariz sexual, discursos de ódio (não limitado a religião, etnia ou raça), drogas proibidas e controladas e ainda actividades ilegais.

 

Portanto... gay ofende. Muito mesmo. É terrível. Nem deveria escrever essa palavrinha neste blog para toda a família. Um dia destes ainda serei banido do SAPO.

 

Toulouse complementou as justificações referindo que gamertags como “TheStraighterGamer” ou “The HeterosexualGamer” seriam igualmente banidos. Mais duas enormes ofensas. Espero que os meus filhos nunca lhes coloquem os olhinhos em cima, para não ficarem traumatizados para a vida. Sim... os bebés vêm de França.

 

E diga-se que esta medida preventiva da Microsoft tem enormes repercussões nas sessões online no Live. Palavrões não são preferidos. Ofensas a terceiros também não. Gritos muito menos.

 

Tanto medo do sexo, num país com a maior indústria pornográfica do mundo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:23


11 comentários

De Shiryu a 15.05.2008 às 14:15

América... um país de diversidades e extremos. "Land of the Free"? Só em lendas.

Muito a M$ se vangloriza do seu serviço Live!, no entanto, nos 12 milhõesde utilizadores que pagam para o usufruir, quandos desses pertecem à classe "puto irritante malcriadão"? Quantos são responsáveis por arruinar a vida dos restantes utentes em sessões online?

Portanto, esses podem proliferar sem cheque (desde que pageum a mensalidades), mas uma pessoa que se entitula "theGAYESTgamer" (ou seja, inocentemente traduzido como "o jogador mais alegre") é que é uma ameaça para a grande comunidade do live... tá certo, ò xôres da M$, vocês é que sabem...

.. e anda há pessoas que se admiram por eu cada vez mais "viver offline".

De Ricardo a 15.05.2008 às 14:26

Já todos conhecemos a América. Lá há de tudo! Não vejo a ofensa. Supostamente, chamar gay a alguém não deve ofender, principalmente se for a si próprio. Há imensas contas do tipo "fucker999" que continuam lá... Enfim...

De Daniel Costa a 15.05.2008 às 14:40

É o fim do mundo. A Microsoft insiste nestes conceitos abstractos de moralismo, que só denigre a sua própria imagem. Enfim, acabam por ser um espelho perfeito da sociedade em que estão inseridos.
Como jogador, fiquei envergonhado com esta noticia...

Cumprimentos,
http://nowloading.blogs.sapo.pt/

De Prometheus a 15.05.2008 às 14:40

Há uns meses no Kotaku foi colocado um vídeo onde se podiam ouvir insultos dirigidos a um jogador que usava a expressão "gayboy" como gamertag - na altura, como agora, acho ridículo que seja uma 'entidade superior' (neste caso a Microsoft) a intervir em algo que têm que ser as próprias pessoas a corrigir..."thegaygamer" ofende? Quem...? E se há de facto alguém que se ofenda por causa disso, não deveria ser esse indivíduo a mudar algo em vez do jogador que usa um gamertag considerado 'ofensivo'?

De Gambly a 15.05.2008 às 16:58

Será que não foi a pessoa ofendida a contactar a MS para a existência de tal nick? Epah, é que só basta existir um gay "fino" para achar que aquilo seja insulto e depois contactar a MS que tal utilizador usa um nickname ofensivo... Qual foi a origem de tal decisão? Acredito que deve ter algo por detrás da história... olha, ele sempre tem a opção "ymcagamer", fica com mais estilo!

De Daniel Costa a 15.05.2008 às 22:57

Ou então a Microsoft habituou-se ás luzes da ribalta na industria, e decidiu banir o jogador...
De qualquer das formas, é uma situação triste...

Cumprimentos,
http://nowloading.blogs.sapo.pt/

De Megalodon a 16.05.2008 às 00:19

Pois, é como o Luxxx, também se habituou às “luzes da ribalta”. E piscam que se fartam. Valha-nos a sua cor.

De luxxx a 16.05.2008 às 01:40

Nem comento... mas ao menos são vermelhuscas.

De Ping a 15.05.2008 às 22:02

Maior industria pornografica no mundo?
A sério... tens a certeza disso?

De Squall a 16.05.2008 às 01:27

LOLOL

De luxxx a 16.05.2008 às 01:39

Enquanto indústria propriamente dita, que só falta empresas como a Vivid estarem cotadas na bolsa? Sem dúvida que tenho!

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Maio 2008

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

Mais Jogos no SAPO




GameOver Ir para o site GameOver