Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

GameOver: Blog oficial

O blog oficial do GameOver. Participa!



Segunda-feira, 02.06.08

Dois doces e algo de muito amargo

 

Da Capcom vieram novos vídeos de uma dupla que me tem feito olhar com alguma ternura paras as minhas consolas HD. Estilo pai a olhar para um filho recém-nascido.

 

Street Fighter IV. O que dizer?! É Street Fighter. É o quarto episódio. E mantém a velha mecânica 2D. E traz online. E é Street Fighter... o regresso de um velho e fiel amigo. Nhaaaammm!

 

Depois temos Resident Evil 5. E bastam alguns segundos de vídeo para se chegar à conclusão que tem tudo para ser um dos grandes de 2008. Magnífico. Mesmo muito. Espero que não me desiluda... mas a probabilidades são poucas. Muito, muito poucas.

 

Ainda dentro do universo HD, mas sem ter nada a ver com a dupla acima referida, não posso deixar passar em claro as inacreditáveis imposições colocadas em prática pela Konami no que toca aos meios de comunicação norte-americanos.

 

Ou seja, para conseguirem ter crítica a Metal Gear Solid 4 a tempo e horas não poderiam fazer referências aos vários tempos de carregamento de jogo e às longuíssimas cutscenes que proliferam através da obra.

 

Se muitos parecem não se ter importado com as limitações, os editores da EGM decidiram mostrar o seu desagrado, não colocando a análise ao jogo nas páginas do mais recente número da revista, optando pela transcrição de uma mesa redonda dedicada à aventura de Snake.

 

Inacreditável!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:20


19 comentários

De Raven_fz2 a 02.06.2008 às 13:46

2 Grandes jogos vindos da capcom sem dúvida que aumenta ainda mais a lista de "must have" para a nova geração (eu ainda chamo nova pois não tenho nenhuma delas :X ).

Quanto a MGS4... aquilo é uma obra cinematográfica na qual se pode, de vez em quando, controlar o personagem. :X

De lalilulelo a 02.06.2008 às 15:33

nos dias k correm, todos os jogos sao obras cinematograficas... apenas uns são mais k outros.
E sim, é verdade k o mgs é mais cinematico do k os demais, mas dizer k é um filme é exagerar. em todos eles há mais tempo de jogo do k de filme. O MGS combina o melhor de dois mundos: Uma excelente jogabilidade, que apesar de nao ser perfeita é bem mais desenvolvida do k jogos como por exemplo Splinter cell, e uma historia épica k te obriga a avançar no jogo para saberes o k vai acontecer a seguir. E uma boa historia nao pode ser contada sem longas cutscenes (por isso para mim, kuantas mais melhor). é k muitos lêem: "9 h de cutscenes" e eskeçem-se k por cada uma dessas horas à umas 4 ou 5 de jogo. O unico jogo k se pode considerar um filme interactivo até agora é o farenheit, e o mgs nao tem nada a ver com ele.

abraço

De Raven_fz2 a 02.06.2008 às 15:43

Todos os jogos são obras cinematograficas?

O Wii Fit é um obra erotica então, depois do video que o luxx postou aqui... XD

Eu não me queixo das cutscenes grandes desde que dê para pausar, fazer rewind e forward como num filme a sério. Pois se precisares de ausentar dentro desses 90min de cutscene ou não percebeste uma frase no final da cutscene não obrigar a ver tudo outra vez.

Agora venha ele, e uma PS3... e os outros jogos que quero pa PS3 :X

De lalilulelo a 02.06.2008 às 19:27

ok... vou corrigir-me. todos os jogos hardcore (sem serem casuais) sao obras cinematograficas, pk todas elas tem uma historia, boa ou má. mas tb... na minha humilde opinião não considero o wii fit um jogo. para mim é um ginásio virtual, mas prontos...nao kero começar uma guerra, portanto retiro o k disse...

De Shiryu a 02.06.2008 às 14:37

A Capcom faz parte do meu imaginário. Ultimamente tenho andado triste, não lhes perdou terem acabado com a Clover, não percebo o que estavama pensar. Não acredito que os jogos da Clover não tenham sido rentáveis, fiquei um pouco triste de ver tanto talento a ir-se embora, mas quem sabe, para melhor.

Capcom para mim sempre foi Streetfighter. Verdade seja dita que o primeiro jogo que joguei deles foi mesmo o Commando, seguido prontamente de Ghost'Goblins, as suas conversões para Sepctrum. Após Strider e Streetfighter, chegaou a minah casa no Amiga 500 através do Final Fight e o U.N. Squadron. Daí à SNES... bem falar para quê, com a SNES veio o Street Fighter 2, assim como muitas conversões ou "remixes" da sua board CPS1 que ainda hoje considero como tendo dos melhores jogos arcade alguma vez feitos (a Neo-Geo que me perdoe...).

Mudam-se os tempos, veio a PSX. Chega Resident Evil e o mundo aplaude. Saltanto para os dias de hoje, são definitivamente das empresas janponesas que mais no topo da tecnologia desenvolve titulos, sendo das primeiras a saltar para a 360, mais de 1 ano antes da PS3 ser real. Foi devido a isso que a 360 me chamou a anteção, antes de Dead Rising ou Lost Planet, poucos ou nenhum eram os meus motivos de interesse na caixa da Micro$oft.

A Capcom é o tipo de empresa que tal como a Konami, Namco e Square-Enix são capazes de mudar sozinhas o resultado das "guerras de consolas" atravéz dos seus IPs. Quando era mais puto, até me surpreendia, qualquer uma destas referidas não fazer ausa prórpia consola com os seus jogos exlucivos. Eu compraria!

Quanto ao circo que por lá fora vai acerca do MGS4, opção c) "não comento, não respondo". Lalilulelo tudo vê, Lalilulelo em tudo manda...

De lalilulelo a 02.06.2008 às 20:39

Começa a correr Shiryu... eu vou apanhar-t... :)

De Shiryu a 02.06.2008 às 22:23

Já não dá, estou num estado de consciência tão à frente, tão à frente, que nem a 360 ou a PS3 mesmo com o MGS4 exclusivo conseguem ter lugar na minha vida. Já nem os LaLiLuLeLo me apanham, não podem. Isto de se ser feliz a jogar apenas SNES tem que se lhe diga (e ainda se poupa muito na carteira).

De mWm a 02.06.2008 às 15:14

Street Fighter IV > *.

De SpiritWithin a 02.06.2008 às 15:35

Grandes franchises Capcom. ALiás, é bem capaz de ser uma das empresas que mais admiro no mundo dos videojogos. Grandes franchises que desenvolveu no seu sio e que agora voltam em novas iterações que me deixam expectante para aferir a sua qualidade que pelo que se vê passará de promessa a realidade.

Assim, passando ao próximo tópico, parece-me que com o crescente sucesso da indústria, ela tem-se tornado mais envenenante e progressivamente envenenada. Percebo que MGS4 deva ser um jogo fenomenal sob todos os pontos de vista e que não mereça ter o seu devido sucesso abalado por pequenas imperfeições. Mas elas existem e cabe aos jornalistas expô-las de uma forma precisa e imparcial. Existe contudo um grande jogo de bastidores no controlo da informação e dos media que me assusta enquanto cidadão. Se há grupos a tentar manipular os mass media e a opinião pública em relação a questões tão fúteis como um jogo, imagine-se o que não rola em questões mais sensíveis como política, ciência, saúde e justiça?
Não gosto que nos comam por parvos. Mas tenho pena dos que são comidos quando têm que decidir o destino a dar aos escassos euros que têm para gastar em algo que os entretenha e vão à procura de uma opinião de especialistas e vêm uns screenshots fantásticos e lêm pontuações altíssimas em revistas ou sites da especialidade e vão comprar um vídeojogo. Aí, ou ficam decepcionados ou então, pior, ficam maravilhados porque pensam que aquilo é de facto o melhor que a indústria tem para oferecer e alienam grandes pérolas e trabalhos de qualidade que por aí andam com menos publicidade e menor poder persuasivo dos opinion makers deste país.

Ponto final: podemos ler tudo o que estiver ao nosso alcance. Mas nada substitui a nossa capacidade de vivenciar e experimentar, e de emitirmos o nosso juízo crítico sobre as coisas.

De Nelson a 02.06.2008 às 15:42

Foi graças ao Street Fighter 2 para o GameBoy que entrei para o mundo dos videojogos e quando vi o trailer do SF IV fiquei tipo, WOOW! Mas depois vi as imagens do jogo e eeeeeh..... Muito pouco têm a ver com trailer, tirando o facto de as personagens serem em 3D.

Resident Evil, só joguei o 4 mas nunca foi série que me despertasse muito o interesse.

As críticas a metal gear solid 4, devem-se, na minha opinião, ao facto do Kojima querer fechar o capítulo do Snake de vez e por isso existirem as enormes cutscenes para que nada seja deixado de parte. E também por não se conseguir aproveitar o poder do hardware logo no início de vida dos sistemas. Talvez se tivessem esperado para lançar o jogo mais tarde, não houvessem esses problemas.

Viva Portugal!

De Filipe a 02.06.2008 às 18:01

Vieram cá umas amigas minhas e adoraram a wii fartara-se de joga wii sports.
Eu vou é comprar o wii fit e não se fala mais nisso, vem ai uma nova revolução no que toca a "como se joga" os jogos.
E tenho dito!

De Shiryu a 02.06.2008 às 22:21

Ai, as amigas, as amigas...

De Filipe a 03.06.2008 às 12:36

Ai os movimentos sexy

De roneberg a 02.06.2008 às 21:55

Oi Luxxx! venho aqui apenas agradeçer a tua atenção dada ao meu comentário no post anterior.
Sem duvida alguma, muito porreiro da tua parte, e se tiveres alguma noticia... é so dizeres!
Fica bem!

De Squall a 03.06.2008 às 01:11

Resi Evi!

De Daniel Costa a 03.06.2008 às 10:32

SFIV e RE5 são projectos ganhadores à nascença, quando ao MGS4, o caso não é novo. Já no passado, e com séries consagradas, a Konami e companhias conterrâneas têm o irritante vicio de limitar os textos dos editores comerciais. Saúdo a atitude da EGM, fiel aos seus princípios, dá um look geral do título sem fazer uma análise.

Cumprimentos,
http://nowloading.blogs.sapo.pt/

De Gambly a 03.06.2008 às 19:07

Como já referi mil e uma vezes... a Sony queria ganhar formatos... e pronto, um leitor 2x na PS3 serve de muito... serv epara ter que instalar no disco rigido uma parte do jogo... bonito? Mas claro, ninguem vai comentar, porque sei que a PS3 vai vender mt na europa e japão... toda a gente adora playstation (sony),.. mas mesmo assim espero que não cheguem aos calcanhares da wii... É para eles aprenderem que nem tudo tem de ser como eles querem... o produto tem de ser bom e não por remedeios... o facto de instalar informaºão no disco rigido é uma forma de remediar as tolices que a Sony fez com a PS3... logo, não acredito que o mgs seja tão grande, nada que não fosse feito em 2dvd-9 ... se no tempo da ps1 2 cd servia, pq seria um problema 2 ou 3 dvds para um jogo? Ao menos poupava-nos daquelas instalações estupidas...bahhh... Estou farto das tolices da sony de planear consolas a pensar nas suas HDTV e Formatos,... e cartoes de memoria... é a treta do costume. A ps1 era um bom exemplo de consola... simples como deveria de ser, onde o que estava apenbas em jogo era os seus jogos e não o seu multimedia system...

Comentar post


Pág. 1/2




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Junho 2008

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

Mais Jogos no SAPO




GameOver Ir para o site GameOver