Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

GameOver: Blog oficial

O blog oficial do GameOver. Participa!



Terça-feira, 13.11.12

O preço dos jogos gratuitos

São vários os sucessos de jogos que usam o facto de ser gratuitos para chamar à atenção e, logo de seguida, recorrer a publicidade ou aquisições de itens por micro-transação para conseguir ganhar dinheiro. Um dos vice-presidentes da Electronic Arts veio a público dizer que também acredita num futuro com jogos gratuitos. Pessoalmente, concordo com ele. No entanto, o velho ditado de que "alguém tem de pagar a conta" não pode ser esquecido. Resta saber apenas que tipos de contas estaremos dispostos a pagar. Eu gosto de acreditar que o segredo está em não ser agressivo. Ou seja, se a publicidade num jogo for colocada de forma muita subtil ou totalmente contextualizada, não vai incomodar nada. Lembro-me de no outro dia estar a ver House e notar que havia uma publicada clara a uma marca de carros. E neste caso em concreto, acho que foi mesmo o limite entre o subtil e forçado. Por isso não me incomodou, tal como não me incomodaria num qualquer jogo.

Depois há as micro-transações. Aqui, acho que acrescento uma segunda regra, a de não beneficiar quem opta por gastar dinheiro. Como saberão, grande parte das ditas micro-transações são feitas para permitir aos jogadores comprarem algum tipo de conteúdo, que podem ser armas, por exemplo, ou alguns melhoramentos para personagens ou até aceleração de processos de evolução. O importante é manter o equilíbrio entre quem opta por jogar sem gastar e aqueles que preferem acelerar a sua evolução no jogo, não se importante de contribuir com dinheiro real.

Posto isto, desde que seja algo completamente natural e lógico, acho que sim, que os jogos podem muito bem ser gratuitos. Só ia contribuir para o crescimento da indústria e para a chegada de novos jogadores.

Certo é que, gratuitos ou não, vou continuar a jogar. E espero que vocês também.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Rogério Jardim às 14:21


8 comentários

De Shiryu a 13.11.2012 às 16:39

Boa, Rogério! Pensava que já se tinham esquecido do pobre do blog. Quanto à temática... não tenho verdadeiramente opinião fundada, mas não sou grande fã de microtrasacções e no meu tempo "free to play" eram os jogos de dominio publico, mesmo, MESMO gratuitos. A ver vamos...

De namorado a 13.11.2012 às 17:21

Lançamentos de jogos para o período natalício e uma nova consola quase a ser lançada... Imagino que isto não tem sido fácil.

De Rogério Jardim a 13.11.2012 às 18:42

De facto não tem sido fácil, não. Mas esquecido não ficou. :)

De Rogério Jardim a 13.11.2012 às 18:46

Esquecido não estava. Foi só mesmo trabalho em excesso. Mas a partir de agora prometo andar mais por aqui e não só por ali. eh eh eh

De namorado a 13.11.2012 às 17:18

O modelo free to play é um pouco como o estado social: os mais ricos pagam para ajudar as necessidades básicas dos mais desfavorecidos. Ou seja, quando o modelo é bem implementado, o pessoal que não se importa de gastar dinheiro no jogo acaba por render aos criadores o suficiente para suportar todos os outros jogadores que nunca chegam a pagar nada.

Claro que depois há jogos em que isto é bem implementado e outros em que é mal implementado. Há jogos em que se pode jogar gratuitamente e ter uma boa experiência e há jogos em que praticamente não se consegue jogar sem estar sempre a pagar qualquer coisa.

Mas estes problemas não são exclusivos dos jogos free to play. Quem nunca comprou um jogo na loja para chegar a casa e descobrir uma má jogabilidade, ou uma campanha tão curta que se chega ao fim do jogo no próprio dia, ou tantos bugs que é preciso esperar por um patch para conseguir jogar?

De lOl a 15.11.2012 às 12:26

EPÁH JA DESENTERRARAM O BLOG . GANDA COVEIRO ESSE ROGÉRIO

De Rogério Jardim a 15.11.2012 às 13:00

Não sou coveiro... :) Seja como for, prometo andar por cá muito mais vezes a falar sobre temas que considero importantes. Agradeço também a vossa participação e até questões ou sugestões que queiram dar.

De Jose a 19.11.2012 às 12:52

Não é só nos jogos.
Em várias séries tens publicidade aos aparelhos da Apple (na última série do CSI e do CSI:New York, conseguias ver ipads, iphones e macs em cada episódio, alguns nem que fosse só para estarem em cima de uma mesa e a câmara focar alguém a ir lá focar quando o recolhiam) .

Nos jogos isso pode ser feito tanto com o product placement (agora muito usado nas televisões, algumas vezes quase sem se dar por isso, estamos a ver um anúncio onde uma pessoa mostra o telemóvel e algumas funções só para ver uma foto) como em publicidade a correr em background.
Nas APP isso é o sistema muito usado. Desde a recolha de dados (que devia ser ilegal...) até à apresentação de anúncios.
Com isto tudo, é normal que eles comecem a pensar nos jogos gratuitos mas com funções extra para quem pagar.
Porque a publicidade está em declínio, é complicado de existirem muitos interessados em publicidade nos jogos, mesmo assim ainda há espaço para isso.
Quem não se lembra das garrafas de coca-cola nos jogos do Fifa?

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

Mais Jogos no SAPO




GameOver Ir para o site GameOver