Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

GameOver: Blog oficial

O blog oficial do GameOver. Participa!



Quinta-feira, 31.01.13

Jogos usados, sim ou não? Talvez...

Muitos se recordarão que, recentemente, a Sony registou uma patente referente a uma tecnologia que terá a capacidade de identificar a utilização de jogos usados. Claro que as primeiras reações foram as que se esperavam, tendo-se rapidamente começa a extrapolar que podia significar que a Sony iria bloquear jogos usados na PS4. Pessoalmente, não acredito nisso. Até porque, tendo em conta que nenhuma das concorrentes (leia-se Wii U e Xbox 720) pareça optar pelo mesmo caminho, isso significava que a Sony estaria a “mandar” para a concorrência muitos dos seus jogadores. A experiência tem-me ensinado que, especialmente nesta indústria, nem tudo é o que parece. Por isso, pensado mais um pouco, só posso concluir que a Sony, quanto muito, quererá ter uma forma de, por exemplo, premiar os jogadores que compram os jogos novos ou, por outra, penalizar quem contribui para o negócio dos jogos usados (negócio esse onde Sony, Microsoft ou Nintendo não ganha dinheiro de forma direta). Assim sendo, a questão é mais “Será que a Sony deve premiar os jogadores que compram os jogos novos? Penalizando, por oposição, quem opta por jogos usados?” Pessoalmente, acho que sim, embora a o termo penalização possa ser demasiado forte. E concordo com esta medida porque, note-se, que os jogos, ao contrário de um carro, por exemplo, não perdem qualidades com o passar do tempo, ou seja, na prática é sempre o mesmo jogo, desde que foi lançado até 20 anos depois. Por isso, sim, não me choca que premiam quem opta por investir num jogo novo, pagando mais por isso. Mas atenção é bom que haja equilíbrio na forma de premiar, caso contrário a coisa pode correr muito mal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Rogério Jardim às 10:47


18 comentários

De Shiryu a 31.01.2013 às 11:42

De há uns anos valentes para cá que deixei de compreender as decisões da Sony e a sua conduta de negócio, não me admira mesmo nada que vão para a frente com esse hipotético plano para acabar com o mercado de jogos em 2ª mão (que continua a ser incomodativo para as produtoras, pois é dinheiro que não lhes entra em caixa). Algo com que podemos contar certamente é que estará a incomodar tantos os jogadores (que iram ficar divididos entre "premium" e "pobres") e os revendedores. A ver vamos...

De Rogério Jardim a 31.01.2013 às 11:56

Pois, mas como disse, acho que nem sempre as coisas são o que parecem.. E, pensado ainda mais um pouco, esta tecnologia pode ser um argumento muito forte para, por exemplo, a Sony negociar alguns títulos exclusivos... as editoras não ganham dinheiro de forma direta no mercado dos usados, e podem valorizar, e valorizam com certeza, uma atitude que vá de encontro às suas preocupações.

De joao cunha a 31.01.2013 às 18:16

Uma das coisas que me faz dar cabo da cabeça é que quando eu troco de carro por outro num stand de outra marca e alguem compra o carro que lá deixei ,a marca desse carro nao refila que quer dinheiro por isso.
Porque é que os editores de jogos reclamam por isso?
Que eu saiba uma pessoa quando compra um jogo ,é dessa pessoa e de mais ninguem,ou nao é assim?
Posso vende-lo a quem quizer e ninguem tem nada com isso,mas eles nao querem que seja assim porque?
Querem uma percentagem de uma coisa que nao é deles?
E que me venderam e pela qual pago imposto?
Quanto ás consolas terem essa funçao ,nao acho correcto ,porque por exemplo,tenho uma consola que comprei e passado algum tempo avaria ,vou troca-la e quando chego a casa ,vou jogar e aparece uma mensagem que o jogo nao pode rodar porque é um jogo usado ,o que fazemos?
Deitamos os jogos que temos fora e compramos novos?
Acho que é muito facil ter ideias estupidas como essa ,mas nao pensam no resto.
Temos de contactar a sony ou outro qualquer para desbloquear os jogos?

De Diablos Wipe'Out a 31.01.2013 às 18:24

Boas a todos!
Premiar os jogadores que compram novo pode ser feito de várias maneiras, provavelmente se a forma que a Sony tem de o fazer é bloqueando os jogos usados... bem acho mesmo que é a pior forma!
Reparem, eu nem sou pessoa que compra jogos usados, pelo que nem me iria afetar minimamente... gosto de comprar os jogos novos... para muitos isto não fará sentido, mas para mim é assim que tem de ser. Agora percebo quem o faça e quem o queira fazer e se vê na eminencia de não o poder fazer.
No que toca ao argumento de os jogos serem sempre os mesmos... bem, isso já não é de todo verdade... updates, DLC's e afins mudam em muito o jogo...
E se assim o fosse, qual é a justificação para a diminuição do preço passado algum tempo??? O jogo não continua a ser o mesmo? Porque muda então o seu preço? O valor dele não devia ser o mesmo sempre pensando dessa maneira?

Apesar de eu gostar de guardar todos os jogos que tenho... e não os vender, porque não deverei ter o direito de, por exemplo, vender um jogo do qual não gosto? (E voltando ao facto de o jogo não mudar como os carros, então porque é que mesmo usado não o vendem ao mesmo preço de origem? lololol just trolling).

Provavelmente o melhor método de conseguirem fazer dinheiro com a re-venda de jogos seria criar algo tipo a auction house do Diablo 3, mas para venda e re-venda de jogos, mas não teria de ser necessariamente uma casa de leilões, apenas o local onde se fariam as transações, onde houve algumas vantagens para quem vende e compra nesses locais... o que no entanto levaria a um tumulto por parte do comércio tradicional de jogos!!! O que se calhar ainda seria pior lolololololololololol!!!

E fico a pensar... se o querem fazer com os jogos, evitando assim as re-vendas deles... porque não o fazer com as consolas???

De namorado a 31.01.2013 às 18:28

Gosto da tua maneira de pensar :) Premiar em vez de punir, neste caso, seria muito mais eficiente.

Outras utilizações, sem ser bloquear jogos usados, que já me ocorreram foram:

- Controlo parental. Se o utilizador é menor de 12 anos não pode usar o jogo.
- Testar jogos completos antes de os comprar. AO documento da patente refere "number of temporary uses", pelo que teoricamente podiam distribuir-se jogos completos gratuitamente mas que só corriam um número limitado de vezes antes de ser necessário comprar o jogo.

Mas o mais provável é mesmo que isto tenha sido uma ideia solta e resolveram registar a patente para o caso de alguma vez alguém querer usar.

De Diablos Wipe'Out a 01.02.2013 às 01:14

Essas eram boas ideias sem sombra de dúvida!

Aliás parece-me dado o possivel panorama não é dificil arranjar ideias para soluções melhores... mas enfim, eles que se "amanhem"... só que depois a Sony não se queixe caso as pessoas não gostem muito da politica de re-venda de jogos e isso se reflita nas vendas!!!

De Shiryu a 01.02.2013 às 00:42

Bom, parece que vamos todos descobrir mais cedo do que esperado, dia 20 de Fevereiro:

http://youtu.be/g82C4Nu_Jq8

A ver vamos...

De Diablos Wipe'Out a 01.02.2013 às 01:23

Uiii... hummm.... será que é mesmo o anuncio da PS4? humm
E se for, não será um contradizer aos 10 anos de PS3 que eles tanto apregoaram? E já agora às declarações de que iriam deixar a MS dar o primeiro passo?
Se for o anuncio da dita cuja, não entendo a Sony... além de que me fico a perguntar... será que a Big N tinha razão ao dizer que a nova geração de consolas das suas concorrentes não vão estar assim tão longe em poder de processamento da Wii U como muitos dão como dado adquirido?
(isso ou anunciam a PS4 para daqui a 2-3 anos e apenas estão a tentar que as pessoas fiquem já "agarradas" - isto porque não estou a ver a porem cá fora algo estupidamente poderoso a nível de processamento e assim ser extremamente caro e não venderem)

Huummm, de qualquer das formas, interessante...

De Rogério Jardim a 01.02.2013 às 10:44

Atenção que a Sony não admitiu em lado algum que ia bloquear jogos usados. É tudo uma extrapolação, tal como a minha opinião. E a minha opinião é que me agrada a ideia de premiar quem compra jogos novos, a preços mais altos. E, por falar em preços, enquanto um jogo desvaloriza porque deixa essencialmente se perde o fator novidade, ganha concorrência, etc... um carro, desvaloriza porque além de tudo isto, perde características físicas que são visíveis e/ou táteis . Eu não digo que as editoras devam ganhar dinheiro com estas transações , digo apenas que concordo que premeiem quem mais contribui para que elas possam crescer e criar novos produtos. Importante é perceber como podem premiar.

De João Carvalhinho a 01.02.2013 às 10:48

Bom... se isto vier acompanhado com uma redução no preço dos jogos novos, uma vez que se perde o valor de venda... I am up for it!
No entanto, a expectativa que isto aconteça é de tendencialmente zero, já que um dos motivos para os preços altos dos jogos sempre foi a cópia pirata, e na PS3 (em que quanto sei a pirataria está controlada e é virtualmente nenhuma) não teve qualquer impacto neste preço...
Ainda é cedo... por isso... let's wait and see.

De jorge nunes a 01.02.2013 às 11:31

bom dia a todos. eu por acaso trabalho numa loja de videojogos usados e vou comentar da seguinte maneira...
como é que fazíamos alguns de nos que gostam de jogar mas na altura que saiu uma consola ou jogo não tínhamos idade ou mesmo possibilidades de as puder ter? compramos usados!!!! e vejo muita,mas mesmo muita gente a trocar os jogos usados para levarem novos... eu tenho a ligeira impressão que nem toda a gente tem muito bem a noção de como esta o nosso país financeiramente. as pessoas não podem comprar tudo novo, então compram usado. mas é sempre assim? só compram usados? não muita gente vem cá e compraram jogos novos como também usados. e vou vos dizer que mesmo pessoas com possibilidades financeiras o fazem. de existe novo tem que existir usado. e o que é melhor ? usado ou pirateado? eu sem duvida prefiro usado. se as companhias de jogos querem ganhar mais algum com os usados porque é que não falam com quem vende? são mais que os outros? somos nos a maioria de lojas de videojogos que aconselha a quem não percebe do assuntos os jogos que comprar ou não? não me venham com tretas. sabem o que vai acontecer se a Sony for para a a frente com essa historia? os piratas vão arranjar maneira de desbloquear as consolas e jogar de graça. e depois? depois digam me por favor o que é melhor? Pirateado ou usado? mais uma vez USADO!!!!! Abraço a todos.

De jorge nunes a 01.02.2013 às 11:35

lBom dia. eia o meu comentario e diga-me a sua opiniao, ppr favor. obrigado. jorge nunes.

De Rogério Jardim a 01.02.2013 às 12:31

Volto a dizer que não sou da opinião de que a Sony vá bloquear jogos usados. Repito também que a Sony nunca o afirmou. O que se sabe é que eles querem poder identificar o jogo usado. E a discussão, neste meu post, passa um pouco por reflectir sobre formas de a Sony usar esta tecnologia sem prejudicar o negócio em si. Eu, prefiro pensar que, lá está, vão tentar premiar, ao invés de penalizar.

De Diablos Wipe'Out a 01.02.2013 às 23:08

Parece-me que a maioria concorda que a melhor maneira de fomentar a compra de jogos novos será mesmo ao dar beneficios e não ao tirar direito/possibilidade de re-venda.

A existencia de um código com oferta de algo (o quê seria decidido jogo a jogo claro) no jogo que fosse associado ao ID do jogar (de modo a que mesmo que fosse necessário mudar de consola a pessoa não perdesse esse beneficio) seria uma optima maneira de incentivar a compra de jogos novos.

No entanto, o post também lembra a possibilidade de que o bloqueio é uma possibilidade... e não me surpreende o facto de já termos alguém que trabalha numa loja de videojogos a comentar o quão mau isso seria!
E tenho de concordar com o Jorge... muitas pessoas têm acesso aos jogos apenas pelos usados... quer por necessidade quer por opção, pelo que a hipotese de um bloqueio até pode ir contra a venda da própria consola.

Relembro também que a SONY chegou a retirar o emotion engine da PS3 após a ter comercializado (não em todo o mundo) com ele, impedindo, por exemplo, limitando o leque de jogos da PS2 que podiam ser jogados na consola... pelo que um passo como o bloqueio não me admiraria nada que pudesse mesmo acontecer!

De Diablos Wipe'Out a 01.02.2013 às 23:12

leia-se por favor:

impedindo, por exemplo, os europeus de jogarem muitos dos jogos da PS2 e limitando o leque de jogos da PS2 que podiam ser jogados na consola... pelo que um passo como o bloqueio não me admiraria nada que pudesse mesmo acontecer!

Comentar post


Pág. 1/2




Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

Mais Jogos no SAPO




GameOver Ir para o site GameOver