Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GameOver: Blog oficial

O blog oficial do GameOver. Participa!



Sexta-feira, 13.03.15

Os jogadores gostam que se adiem os jogos?

Diz o ditado “somos presos por ter cão e por não ter”, quando se tomam medidas opostas sobre um mesmo tema, sem que ambas sejam satisfatórias. É um pouco o que se passa com o estado atual da indústria dos videojogos. Anunciam-se jogos, estabelece-se datas rígidas de lançamento (ao dia e mês) e depois ou se adia o projeto quando descarrilha ou se lança um produto inacabado e assolado por constantes patchs – algumas delas no dia de lançamento.

O mercado está repleto de exemplos de ambas as situações, e os jogadores não parecem contentes com nenhuma delas. Quando se anunciam datas para um jogo muito esperado, os jogadores começam a fazer planos, mas acima de tudo a separar o seu trigo do joio, daquilo que quer jogar naquela janela de lançamento. O pior que pode acontecer a qualquer jogador é ter dois dos seus mais esperados jogos com lançamento simultâneo e não ter orçamento para ambos.

É claro que um adiamento defrauda este planeamento e deixa qualquer um furioso. Isso porque as espectativas ficam elevadas, e obviamente o mesmo grau de ansiedade. Atualmente há dois jogos, muito aguardados, que são adiados quase numa base mensal: Project Cars e The Witcher 3 continuam a ser polidos para não gorar as expetativas, e ambos estão praticamente prontos. Os fãs entendem e até não se importam de esperar.

O problema é quando os jogos não correspondem às espectativas. E a primeira crítica que se ouve é: “tantos adiamentos para nada, mais valiam estar quietos”. Ou seja, quando a editora promove um adiamento, genuinamente, para garantir que um jogo esteja realmente polido, terá de o comprovar com essa qualidade.    

Depois há certos adiamentos descabidos, de largos meses, ou mesmo de um ano, que sugerem alguns pensamentos diversificados. Serão estes adiamentos estratégicos em prol do cumprimento de metas dos respetivos anos fiscais das editoras? Será uma forma de medir a audiência, criando uma primeira camada de hype baseada na promessa? Será um ato inocente de um executivo com muita fé nos seus estúdios? Ou o pior dos cenários, que até nem é inédito: riscar e voltar ao estirador para modificações radicais no projeto.

Embora até nem encaixem nestes exemplos, Battlefield: Hardline foi adiado quase seis meses e para a semana teremos o seu veredito; e Uncharted 4, que nem tinha data concreta de lançamento passou de um lançamento de 2015 para o próximo ano, com direito a pedido de desculpas aos fãs pela Sony. 

Obviamente que existem os casos onde a palavra “adiamento” parece não constar no dicionário de algumas editoras. A data de lançamento é soberana face ao estado atual do produto e tem de ser cumprida com exatidão. Essa polémica é salientada pelo recente testemunho de um ex-produtor de hardware que afirma que a maior parte dos jogos lançados no PC estão pejados de bugs, com patchs previstas para depois do seu lançamento; e que muitas vezes são os próprios fabricantes de hardware a lançar patchs para os seus produtos se compatibilizarem com os jogos. Assassin’s Creed Unity foi dos jogos mais problemáticos desta geração a ser massacrado pelo calendário, levando a Ubisoft a dar explicações aos seus fãs.

Todos nós gostamos de ter uma noção do lançamento dos jogos, mas queremos que estejam polidos no seu lançamento. O melhor é anunciar os jogos, mas estabelecer regras que acabam acarinhadas pelos fãs como o “When is done” da Blizzard. E os fãs não se importam de esperar eternamente por jogos como Project Titan…

 

Bom fim-de-semana
Rui Parreira

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Game Over às 12:37




Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

Mais Jogos no SAPO




GameOver Ir para o site GameOver