Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

GameOver: Blog oficial

O blog oficial do GameOver. Participa!



Quarta-feira, 16.07.08

Reggie não compreende. Alguém que lhe explique!

 

O patrão da Nintendo America não entende o descontentamento sentido por muitos adeptos da Big N no final da conferência E3.

 

“Como é que podem sentir-se abandonados? Tiveram o Animal Crossing que temos ouvido ser aquele que as pessoas queriam. Totalmente ligado à Internet e a possibilidade de se visitar as cidades de outros utilizadores. Para além disso, Grand Theft Auto na DS. Como é que podem sentir-se abandonados com anúncios desses?

 

“E não se enganem. O senhor Iwata disse claramente que as equipas de Mario e de Zelda encontram-se a trabalhar, trazendo produtos para a Wii durante esta geração. Vamos continuar a trazer os nossos melhores franchises até às nossas plataformas chave e iremos levar essa experiência até velhos e novos consumidores,” disse Reggie ao G4

 

Bom... haja alguém que lhe explique a razão pela nos sentimos realmente abandonados. Pela parte que me toca, já nem estou para aí virado. Já parti para outra.

 

Acordem-me no dia em que forem apresentados os tais produtos vindos das equipas de Mario e Zelda. Já agora... um franchise novinho em folha para os core gamers também não seria mal pensado. Se não for pedir muito, daqueles onde não é necessário fingir-se que o Wiimote é uma flauta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 15:15


17 comentários

De naruto4 a 16.07.2008 às 15:42

Só mesmo para rir...lol ele nao deve ser deste mundo....:) ou entao anda na lua...lol abandonados é favor..mt mesmo...para mim uma autêntica desilusão...mas pronto!! quero é zeldas..marios...smash brothers..metroids....etc....luxx desculpa falar disto neste tópico mas sabes quando sai o wipeout HD??desculpa. abraço

De luxxx a 16.07.2008 às 16:13

Penso que a data de lançamento do WipE ainda não foi anunciada. Mas não deve faltar muito... espero!

De Shiryu a 16.07.2008 às 16:03

O meu único comentário sobre a E3:

http://www.penny-arcade.com/images/2008/20080716.jpg

Venha o e escolha, eu já fiz a minha...

PS: http://shiryumusic.no.sapo.pt/ <- nova música, sempre hardcore.

De luxxx a 16.07.2008 às 16:14

Uma tristeza, Shiryu... uma tristeza...

PS - Que venha a música hardcore!!!

De lalilulelo a 16.07.2008 às 19:03

ahahahahaha, Shiryu... muito bom. ja não m ria assim à mto tempo, e diga-se d passagem... tava msmo a precisar lol

De Durval a 16.07.2008 às 17:48

se nao fosse a esperança de um novo zelda e mario, eu vendia já a minha wii, que desilusao, tudo bem que podem dizer que eles estão a guardar os trunfos para outras conferencias, mas isto é mesmo muito pouco.
Um bem haja aos emuladores e a virtual console pa nos lembrar do que é(ra?) a nintendo...
Ah, e não percebo o que o animal crossing tem de hardcore, um jogo que nem objectivos tem.

De dragon ball z a 16.07.2008 às 18:08

Não são só os fãs da nintendo que se sentem abandonados....
Eu como fã da sony tambem me sinto assim.
A Sega que volte a vida que tinha....

De Daniel Costa a 16.07.2008 às 19:25

Que fazer? A Nintendo definiu estratégias há muito... Enfim. Uma coisa é certa, esta geração ficará marcada pela alienação do jogador hardcore, como tudo o que isso tem de bom e mau...

Cumprimentos,
http://nowloading.blogs.sapo.pt/

De migalhas93 a 16.07.2008 às 19:27

Ainda nao vi tudo sobre a confrencia da E3, mas acho que agr esta ja nao tem a importancia que teve, portanto nao estou muito preocupado....
Mas o mais importante e que vai haver um GTA para a DS!!!

Offtoppic: Estou a pensar comprar uma wii, alguem me podia dizer como e que se faz a ligação a internet?

De Shiryu a 16.07.2008 às 20:08

Vai haver hoje uma conferência privada para um número restricto de jornalistas hoje no fim da tarde da Nintendo.

Não quero dar esperanças a ninguém, mas foi de um modo semelhantes que Super Smash Bros Brawl foi anunciado há 2 anos durante a E3.

Portanto, hoje cama, amanhã de manhã logo se vê...

Já eu, é entre Starfox 64, F-Zero GX e Music Maker que passo o tempo, para não pensar muito no assunto... o/

De Shiryu a 17.07.2008 às 10:36

http://gameover.sapo.pt/article.html?id=40062

Pikmin < F-Zero. Tás a ouvir, Reggie?

De The Punisher a 17.07.2008 às 19:25

Bem...Está a acontecer o que já tinha em mente: esgotou-se o hype do wii mote control...e agora? Acho que a Nintendo se esqueceu de que as pessoas querem jogos que sejam lufadas de ar fresco e não apenas franchises renovados dezenas de vezes. Agora que as pessoas já se fartaram do wii sports e da novidade do comando, que é que a NIntendo tem na manga? Deixa ver...Animal Crossing!!! E não esquecer um Gta ds...Please..só podem estar a brincar com o pessoal...outra vez...Agora que nas cabecinhas Wii começa a pairar o sindrome gamecube, aproveitem para olhar o lineup da ds ( Disgaea, Fire Emblem, Chrno Trigger entre outros), para perceber que a Nintendo está a apostar em mt maior escala na sua portatil...outra vez!!! Agora vejam o line up da Xbox 360: Star Ocean 4, Last Renmant, Tales of Vesperia, Unlimited Undiscovery e Final Fantasy 13?)

Não começam a achar que deviam ter investido os 250 euros noutro lado?

De SpiritWithin a 17.07.2008 às 22:16

Bem, há que perceber uma coisa:
-como disse myamoto, a E3 não é um evento como era antigamente; atrai outro tipo de imprensa e de atenções. Parece-me o local mais que indicado para anunciar jogos casuais do tipo wii sports, wii sports resort, e wii music e jogos light como animal crossing, S.W. snowboarding entre outros.
-a "falta" de jogos de peso Nintendo para o Natal, pode ser só aparente e ainda serem anunciados jogos para sair nas férias, ou por outro lado pode abrir o apetite para a compra de jogos 3rd party e nivelar um pouco o equilíbrio de vendas na sua consola
-lineup de jogos, é questão de gosto e volto a afirmar, (como já o dizia o ano passado) do SLB para o meu porto só queria o Rodiguez, das outras consolas para a minha wii só queria o LBP da sony.
-250 euros? Por uma consola que em ano e meio me ensinou que posso jogar com a minha namorada, com os meus pais e com os meus amigos, que me mostrou que se pode jogar PES e jogos de futebol de uma maneira muito mais completa, que me pôs a transpirar em cima de uma balança, me colocou em cima de uma prancha de snowboard, certamente um dia me vai fazer surfar, que faz de uma reunião de amigos uma festa, e que me trouxe somente joguinhos fracos como Super Mario Galaxy, Legend of Zelda TP, SSBB, No More Heroes, Metroid Prime Corruption, Zack and Wiki, Big Brain Academy, Wii sports, o electrizante Super Mario Strikers Charged, Mario Kart, PES, Lost Wids, o genial Toki Tori, Super Paper Mario, em ano e meio... BENDITOS 250 EUROS

De DC_Comics_fan a 17.07.2008 às 23:14

Isto tem sido uma geração muito invulgar, a Wii é de longe a consola líder por uma simples razão: vendem a consola como se fosse um brinquedo e partem do princípio que a sociedade no gera irá comer o que está no prato.

A estratégia resulta em vendas, mas normalmente vendas de consolas atraem também os estúdios, porque vão sempre na onda do que vende mais, mas não.

Os verdadeiros jogos, no sentido da palavra, só são vistos na PS3 e na 360... E o que é que temos na Wii? Mini-jogos básicos e ports de jogos antigos, também eles com jogabilidade mais ou menos simples.

Embora nem seja mau de todo, os shooters arcade encontraram um novo lar na Wii.

De SpiritWithin a 18.07.2008 às 00:52

Qual sentido da palavra?
É um bocado de egoísmo pensar que jogos só devem ser feitos nos moldes em que nós gostamos.
Antes de desmanchar o teu raciocínio, vou dar um exemplo de marketing inteligente. Aqui há uns anos os telemóveis sofreram evoluções tremendas. Visores a cores, ecrãs grandes, câmaras fotográficas, sistemas operativos abertos, blá blá blá. Nessa altura a vodafone lançou o simply. Um telemóvel que servia para... fazer chamads. Tinha teclas grandes, era fácil de trabalhar. Acertou em cheio num nicho de mercado. Com os videojogos passou-se o mesmo. A Nintendo lançou-se na conquista do coração, da imaginação e dos dólares/euros/ienes de um nicho de pessoas que não queria passar entre 40 a 100 horas em frente a um televisor, a comer partes secantes de jogos para chegar aos momentos chave, a desvendar enigmas que não lhe interessavam - apenas queriam sentar-se, divertir-se, desligar e seguir a vida. Acontece que o nicho não é nicho. Ombreia com a outra fatia de mercado, menor em quantidade, mas compradora compulsiva de videojogos.
Desmontando agora o raciocínio:
-jogos maus que vendem há em todas as consolas, basta pensar no assassins creed...
-shovelware, a campeã é a ps2

-claro que um jogo simplista ou adjectivado de "mau" é produzido rapidamente, daí a quantidade de jogos de m**** das 3rd parties que invadiram a wii nos primeiros meses, porque as produtoras não conseguiram antecipar o sucesso da consola; com o passar do tempo, vão surgindo os bons jogos, dos bons franchises, porque nenhum estúdio que tenha pés e cabeça devia arriscar os seus melhores franchises em jogos de segunda categoria. Se tiverem cabecinha, utilizam os GTA's, os Residente Evil, etc, em jogos produzidos com tempo e qualidade.

Mais, para veres que a wii tem mais do que capacidade para albergar todo o tipo de jogos, aqui ficam exemplos que entraram, entram ou entrarão na wii de categorias clássicas de videojogos:
plataformas: super mario galaxy
estratégia: sim city, spore, sims
point and click (género que as verdadeiras consolas deixaram morrer e que trouxe grandes pérolas como monkey island, broken sword,grim fandango): zack and wiki, sam & max, strong bad's cool game for atractive people
aventura: zelda TP
survival horror: resident evil 0, fatal frame 4
luta: o novo castlevania, ssbbrawl
música: wii music, guitar hero, rock band
RPG: tales of symphonia
Shooter: conduit, CoD 5, metroid prime 3
Desporto: Fifa, PES, Madden
Sandbox: no more heroes

em que vês: cada vez menos ports, cada vez melhores gráficos, cada vez mais equipas de primeira linha a produzir os jogos, cada vez mais características semelhantes às das consolas rivais (conteúdo para download, conteúdo extra, voice chat, multiplayer online), cada vez mais jogos importantes a terem uma versão própria para a consola. E cada vez mais a prova de que a direcção artística torna a resolução e o número de polígonos absolutamente secundários.

E a prova de liderança não é só no numero de consolas vendidas.Vê-se no facto de quem inova, de quem surpreende, e no facto de ser a concorrência a mudar de atitude para não ficar irremediavelmente para trás...

De DC_Comics_fan a 20.07.2008 às 14:55

A prova do sucesso casual é também a Microsoft a investir em títulos como Lips e You're in The Movies.
Mas tirando os jogos que referiste, há muitos títulos Wii que não passam de uma colectânea de mini-jogos.

Não duvido que a Wii era capaz de fazer um Assassin's Creed(embora não com aquele poder gráfico), mas para à Ubisoft, não lhes interessa fazer isso, para a Wii, chega um Far Cry Vengeance.

A Wii, tal como disse, é a líder do sector, mas mesmo assim não suscita grande interesse da parte da maioria das grandes third parties em produzir algo de «épico», por assim dizer.

Falava-se na Wii como a consola iria mudar completamente a maneira como jogamos os jogos e cumpriu isso, no entanto, acho que o factor novidade já acabou há muito.

É que por cada Smash Brothers, Super Mario Galaxy, Metroid Prime 3, Mario Kart ou Legend of Zelda, não há muito mais apostas assim tão agradáveis para o consumidor da Nintendo, tradicionalmente uma figura hardcore.

Mas pronto, cada empresa faz o que pensa ser a melhor estratégia, a Nintendo optou por este caminho, por terá os seus benefícios e também terá as suas consequências.

Não está em questão o objectivo de chegar a uma população maior, o que mais se critica é a «flexibilidade » na qualidade de muitos desses títulos.

Antes da Wii, nunca tinha visto uma quantidade de jogos a levar 1/10 ou 2/10, caso como Alvin&The Chimpmunks e a versão Wii de Spiderman 3 e Jumper: Griffin's Story. Alone in the Dark, versão Wii é outro caso. Até aqueles mais casuais como o Game Party.

Atenção, com isto não estou a dizer mal da Nintendo e é só para contextualizar o estado dos videojogos desde 2006.

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Julho 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

Mais Jogos no SAPO