Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GameOver: Blog oficial

O blog oficial do GameOver. Participa!



Terça-feira, 20.03.07

Uma má notícia numa boa semana

Numa semana em que milhares de europeus se preparam para o desembarque da PlayStation3 na Europa, a Capcom revelou uma notícia pouco agradável.

 

Como muitos temiam, Devil May Cry 4 não será um exclusivo Sony, tendo agora a Xbox 360 e os PC como destino. Embora para muitos este “adeus” não aqueça nem arrefeça, a verdade é que um Dante exclusivo é sempre uma mais valia para qualquer máquina.

 

Além do mais, faz tremer os “alicerces” dos incondicionais da PlayStation3, trazendo à mente aquilo que muitos temem: um possível anúncio vindo da Konami revelando que Metal Gear Solid 4 deixou de pertencer unicamente à PS3.

 

Claro que se poderá dizer “Não faz mal, desde que continue a sair para a minha máquina. Não sou ciumento e não me importo de partilhar”. Mas a realidade é que os exclusivos fazem vender consolas. Quem não quer um GTA só para si? Ou um Resident Evil? Ou um Pro Evolution? Ou um Smackdown! vs. Raw?

 

E no que toca a exclusivos, a PlayStation3 está a falhar, muito devido ao parque de máquinas ainda não ter atingindo um número suficientemente alto de forma a que as produtoras externas arrisquem investimentos únicos na consola.

 

Recordo que foi o próprio Phil Harrison a dar como exemplo Grand Theft Auto IV, dizendo “Penso que a base de PS3 instaladas não é suficiente para suportar o investimento no jogo feito pela Rockstar.” Mas também foi Harrison a afirmar que os exclusivos virão em “tempo útil”.

 

E um eventual sucesso do lançamento europeu da nova máquina poderá ser o ponto de viragem que a Sony necessita.

 

Cá estaremos para ver...

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 12:13

Segunda-feira, 19.03.07

E só faltam 4 dias!

Sem dúvida, trata-se de uma grande semana para todos aqueles que há muito aguardam pela chegada da PlayStation3 ao Velho Continente. Após meses e meses à espera e depois de terem lidado com a má notícia do adiamento do lançamento europeu... está quase.

 

Odiada por uns, amada por outros, a realidade é que não se tem falado muito noutra coisa. Cara... bonita... feia... um sucesso... um flop... potente... nem por isso... independentemente das opiniões, discussões e troca de mimos, esta semana pertence-lhe por completo.

 

As lojas vão abrir à meia-noite e prevêem-se filas repletas de fãs sem qualquer tipo de amor a 600€, aos quais deverá ser somado a compra de um jogo e do cabo HDMI, essencial para quem tenha um televisor HD. E só este facto é obra. Acto de amor? Resultado de muito hype? Loucura? A realidade é que a PlayStation domina em Portugal. E se não estiver redondamente enganado, isso será notório nos primeiros minutos da próxima sexta-feira.

 

Há quem diga que o line-up não é nada de extraordinário. Bem... raríssimas são as consolas cujo nascimento se fez acompanhar por jogos absolutamente marcantes. Obviamente que podemos olhar para Twilight Princess, mas convém recordar que se tratava de uma obra em desenvolvimento para a GameCube, posteriormente adaptada à Wii.

 

Claro que a Sony tem dado alguns tiros nos pés, mas esses tiros não têm demovido quem aguarda ansiosamente pelo lançamento da máquina. E diga-se que a mais recente GDC forneceu um novo alento aos muitos que através dos meses têm tentado lidar com notícias que estão longe de serem brilhantes.

 

Na parte que me toca, estou sinceramente convencido que a médio prazo a PlayStation3 vai demonstrar o seu verdadeiro potencial. Isso acontecerá a partir do momento em que as software-houses conseguirem dominar os segredos do processador Cell. Por agora, é notório que se limitaram a fazer simples adaptações, não tirando partido de uma tecnologia nova. E esta realidade não joga a favor da nova consola Sony, muito pelo contrário.

 

E faltam-lhe exclusivos de peso, sendo cansativo falar até à exaustão de Metal Gear Solid e Final Fantasy. Mas para isso terá de vender máquinas em número suficiente, de forma a que as produtoras externas apostem nela, sem o risco de não conseguirem recuperar o investimento feito. Para já, a vida não está fácil para os lados da Sony, tanto no que toca aos Estados Unidos, bem como no que respeita ao Japão. A ver vamos o que acontece na Europa, continente até agora dominado pelo branding PlayStation.

 

Não me resta outra coisa senão desejar boa sorte à Sony e esperar que quem comprar a PS3 se divertida à grande com ela. Por 600€... merecem isso e muito mais!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:40

Sexta-feira, 16.03.07

Rir ou regurgitar: A escolha é vossa!

Um grupo de candidatos à puberdade juntou-se e, para desgraça da humanidade, decidiu formar uma banda. Assim nasceram os Black Out.

 

Como um cataclismo nunca vem só, compuseram uma música, música essa dedicada aos vídeojogos. Seguiu-se o vídeoclip... seguiu-se o risco de não só ficarmos surdos, como também cegos.

 

A música deveria ser considerada como um acto contra a humanidade. A letra tem a subtileza de uma manada de elefantes em fuga. O vocalista é fruto das experiências realizadas num laboratório responsável pela criação de novos métodos de tortura. O clip é tão original quanto um pacote de batatas fritas na prateleira de um hipermercado.

 

O pior mesmo é o facto dos rapazes darem uso aos comandos da Xbox 360, o que poderá levar a uma grave quebra nas vendas da consola norte-americana.

 

Segundo o comunicado enviado para a imprensa, o Black Out são a onda musical do momento. Bem... onda não digo, talvez mais um tsunami que avança ameaçadoramente na nossa direcção...

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:53

Quinta-feira, 15.03.07

Dois maus rumores

Hoje é dia de maus rumores. Um ligado à PlayStation3, outro à Wii.

 

O primeiro aponta para que a nova consola Sony não seja retrocompatível “out of the box”, ou seja, quem quiser jogar títulos PS2 na máquina terá de fazer o upgrade de firmware, actualização essa disponibilizada no dia de lançamento da máquina.

 

Esta informação foi lançada por Dave Karraker, da SCEA, que disse... “"No firmware update equals no software emulation."

 

Espero sinceramente que a Sony Computer Entertainment Europe venha rapidamente esclarecer a situação. Os consumidores merecem um pouco de consideração, pois ainda por cima não se trata de um produto de baixo custo. Há que saber com o que poderão contar após terem perdido o amor a 600€.

 

O segundo rumor está ligado ao multiplayer da Wii. Segundo um elemento do GameSpy, empresa encarregue da criação do sistema de jogos online da consola Nintendo, as sessões na grande rede não serão propriamente intuitivas.

 

Parece que serão semelhantes às da DS, ou seja, não haverá um gamertag unificado. Quer isto dizer que será necessário “construirmos” de raiz uma lista de amigos por jogo, inserindo longuíssimos códigos. Muito, muito, muito chato. Basicamente, o oposto de, por exemplo, aquilo que acontece no Xbox Live ou mesmo na PS3. Quase que apetece dizer... tanto tempo para isto?

 

Lembro que estas duas revelações carecem de confirmações oficiais. Mas tudo aponta para que sejam correctas...

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 12:27

Quarta-feira, 14.03.07

Nintendo à frente na net

A guerra next-gen também chegou às páginas oficias do trio Nintendo/Microsoft/Sony. E segundo um estudo divulgado pela Nielsen/NetRatings, a gigante de Quioto também está em grande no universo online norte-americano.

 

Os dados fornecido são os seguintes:

 

Nintendo.com

856.000 visitantes únicos em Fevereiro de 2006

1.631.000 visitantes únicos em Fevereiro de 2007

Crescimento de 91%

 

Xbox.com

827.000 visitantes únicos em Fevereiro de 2006

1.218.000 visitantes únicos em Fevereiro de 2007

Crescimento de 47%

 

PlayStation.com

1.105.000 visitantes únicos em Fevereiro de 2006

1.016.000 visitantes únicos em Fevereiro de 2007

Decréscimo de 8%

 

Definitivamente, a vida não está fácil para Sony... nem mesmo no que toca ao seu site oficial.

 

Como curiosidade, fiquem a conhecer mais alguns resultados deste estudo feito aos consumidores norte-americanos.

 

-         71% dos possuidores de consolas são casados

-         66% têm pelo menos um filho

-         Gostam de parques temáticos

-         Coleccionam comics

-         Coleccionam action figures e estatuetas

-    Passam férias junto a parques temáticos, perto de locais com desportos aquáticos ou junto a locais com grandes eventos desportivos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:52

Terça-feira, 13.03.07

A encruzilhada Wii

Não há a mínima dúvida que os primeiros meses da Wii dificilmente poderiam ter corrido melhor para a nova consola Nintendo, com as vendas a serem altíssimas em tudo quanto é continente. Mas com o efeito novidade a desvanecer-se, chegou a hora de perguntar: E agora?

 

Aos poucos, o charme de Wii Sports começa a desaparecer das noites entre amigos, Twilight Princess foi dominado e concluído, Smooth Moves já não tem segredos e Excite Truck não demorará a ser totalmente conquistado. Restam-me os jogos vindos de produtoras externas, jogos esses que - com algumas excepções - deixam muito, mas mesmo muito, a desejar.

 

Confesso que sinto alguma angústia ao perceber que grande parte das mais prometedoras obras Wii – todas elas desenvolvidas internamente na Nintendo – estão longe no horizonte, exceptuando o grandeSuper Paper Mario.

 

Mario Galaxy provavelmente no Natal... Metroid Prime por datar... e o mesmo acontecendo a Super Smash. E até lá, como irá a Nintendo conquistar novos adeptos para a sua máquina, impedindo que o hype gerado à sua volta comece a desaparecer?

 

Claro que Pokémon Battle, e respectiva chegada do multiplayer online, poderá fornecer um bom fôlego para o Verão que se aproxima... mas será o bastante?

 

Apesar de em teoria não faltarem potencialidades a vários títulos externos com lançamento agendado para as próximas semanas/meses, a realidade é que baseado na experiência destes últimos quatro meses é impossível não temer o pior.

 

Isto porque as equipas de desenvolvimento têm trilhado o caminho mais fácil, adaptando jogos criados para comandos tradicionais, limitando-se a inserir vários pormenores que tiram partido das características do Wiimote. O resultado final não tem sido o melhor, com a jogabilidade a sofrer rombos. Isto para não dizer que tudo fica “pouco natural”. É o caso de Ultimate Alliance, só para dar um pequeno dos muitos exemplos possíveis.

 

Será que a Nintendo tem razões para estar preocupada? A verdade é que no Japão as vendas de PSP acabam de ultrapassar as da Wii, que apesar de se encontrar no terceiro lugar da tabela viu a PS3, a sua concorrente mais directa, a dobrar as vendas. Isto porquê? Porque chegou ao Japão um jogo vindo da Koei que assenta que nem uma luva no mercado nipónico: Gundam Musou – com 170.000 exemplares vendidos numa semana.

 

Cabe à Nintendo, e aos muitos utilizadores da consola, tentar passar a mensagem que a “preguiça” não traz grandes frutos. Muito pelo contrário, pois uma letal sucessão de maus jogos poderá afectar perigosamente a imagem da Wii. Há que desenvolver de raiz! Há que dar uso à criatividade! Há que não pensar apenas e só no sensor de movimentos!

 

Convém não esquecer que a “guerra next-gen” ainda vai no início e os títulos vindos de software-house externas têm importância vital para o sucesso das máquinas, pois são eles que as alimentam entre os lançamentos de obras desenvolvidas internamente.

 

E o povo é sábio... e o povo costuma dizer que “o primeiro milho é para os pardais”.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 15:19

Segunda-feira, 12.03.07

Jack Thompson novamente ao ataque

O homem que adora ser odiado está novamente ao ataque. Obviamente que a Rockstar é outra vez o alvo da sua ira...

 

Desta vez, o advogado de Cleveland avançou com um processo que tem como objectivo impedir o lançamento de Grand Theft Auto IV e Manhunt 2. Segundo Thompson, a meta é conseguir que a obra não seja vendida a menores de 17 anos.

 

Ora bem, ou muito me engano ou dupla deverá ser classificada com M de Mature, classificação essa que não permite a venda das obras a menores de... 17 anos, naturalmente.

 

Portanto, será que o senhor não deveria processar as lojas que possibilitam que menores tenham acesso aos títulos em questão? Será que não deveria despender o seu tempo em acções de sensibilização, de forma a que os progenitores prestem um pouco mais de atenção ao que os filhos fazem nos tempos livres?

 

O raio do homem é completamente básico, pois não entende que assim só ajuda a vender mais exemplares dos jogos... aos mais novinhos, obviamente, pois o fruto proibido sempre foi o mais apetecido.  

 

Cá para mim, é pago pelo departamento de marketing da Rockstar. Sam Houser agradece... a Take Two também.

 

Irra que a criatura é burra!!!!!!! E chata!!!!!! Só espero que a máxima “água mole em pedra dura tanto dá até que fura” não se aplique a este ser...

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:02

Sexta-feira, 09.03.07

Uma manhã na Playhous3

Pois é... eu, o João Namorado e o Shiryu passámos a manhã no epicentro do universo PlayStation português. O espaço é realmente bonito, não faltam PS3 por tudo quanto é divisão e os LCD rodeados por molduras estilo quadros encheram-me as medidas. E como já esperava, fomos extremamente bem recebidos. Simpatia pura, é que se pode dizer de Pedro Almeida e Sandra Páscoa.

 

Confesso que foi engraçado ver o Shiryu - penso que todos aqui conhecem as suas opiniões no que toca a vídeojogos - de Sixaxis na mão, a jogar MotorStorm. Contem com os seus comentários a este post, obviamente...

 

Quanto ao resto... é This is Living. Muito movimento, muitas equipas de filmagens, muito pessoal a jogar os mais importantes títulos do line-up de lançamento da máquina.

 

A demo de Gran Turismo HD dava sinal de si, mas tenho de confessar que não morro de amores pela série. De qualquer maneira, é impossível não sorrir ao ver o excelente visual da obra. Mas... dêem-me um WipEout e conquistam de imediato um lugar junto ao meu coração...

 

Há que dizer que não experimentei a cama, cama essa que tem um plasma colocado por cima. Enfim, não houve nenhum momento homo-erótico, com dois marmanjos do sexo masculino muito deitadinhos e bem juntinhos, de comando na mão, a darem uso a Ridge Racer.

 

A sala de fitness tinha Virtua Tennis 3 como pano de fundo, mas utilizar a passadeira ou a bicicleta logo pela manhã é qualquer coisa de impensável. E nem mesmo o chamamento do jogo da Sega fez com que esse senão fosse ultrapassado.

 

A casa de banho é composta pela bela da banheira, lavatório, sanita e... uma PS3 e respectivo LCD. Poderia escrever algumas linhas sobre este conjunto, mas hoje não me sinto virado para graçolas escatológicas.

 

Numa das salas deu para ver vários trailer de filmes Blu-ray, com o destaque a ir para o excelente teaser de 300. Diga-se que a qualidade de imagem é realmente excelente. E as cadeiras... um sonho para qualquer “couch potato”!

 

Fiquei triste por flOw não ter dado sinal de si, assim como a demo de Heavenly Sword. Não se pode ter tudo! A versão beta de Lair - que joguei numa anterior visita à sede da Sony - também por lá não habita. Fica para a próxima.

 

A manhã passou depressa, o espaço conquistou-me, senti-me em casa e adorei conhecer pessoalmente o Shiryu. Depressa lá voltarei! E se tiverem oportunidade para isso, não deixem de visitar a Playhous3.

 

Linda e aprovadíssima!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 14:34

Quinta-feira, 08.03.07

“A Wii é um pedaço de m****!”

A GDC estava a decorrer de forma muito pacífica, sem ofensas, ferroadas e frases pouco próprias. Ou seja, estava a ser um evento muito pouco next-gen. Claro que tudo mudou durante a palestra dada por Chris Hecker, um dos responsáveis pelo desenvolvimento do prometedor Spore.

 

Durante a Burning Mad: Game Publishers Rant, o senhor tomou conta dos acontecimentos e começou por criticar a PS3 e a Xbox 360, máquinas que, segundo o senhor, dão mais ênfase aos gráficos do que à jogabilidade e mecânica.

 

Esse foi o ponto de partida para o tópico da tal palestra, palestra esse intitulada “Medo do Planeta Wii”, com Hecker a perguntar se será a Wii a salvar-nos da obsessão pelos gráficos vinda da Microsoft e Sony. O que se seguiu foi impróprio para consumo...

 

“Todos amam a Wii. “Meu Deus, a Wii, amamos tanto a Wii”... A Wii é um pedaço de m****!”, disse.

 

Mas o senhor não se ficou por aqui. “Descobri o segredo da Wii. As consolas são fabricadas da seguinte maneira: agarram em duas GameCube e juntam-nas usando fita cola.”

 

Sem palavras. Mas há mais...

 

“Essa coisa não tem qualquer poder. Não estou a falar de gráficos e de mais polígonos. O que eu pretendo é utilizar o CPU para tornar as máquinas mais espertas, mais interessantes, mais automaticamente inteligentes. (...) E eu não consigo fazer isso com um pedaço de m**** de um PC sem capacidade.”

 

Sem palavras – parte dois. Mas há mais...

 

“A Nintendo está-se a c**** para os vídeojogos enquanto forma de arte.”

 

Segundo Hecker, se dermos uso ao Google e fizermos uma busca por “art form”, a frase é encontrada 30 vezes na PlayStation.com, 13 na Xbox.com e 0 na Wii.com. “Na Nintendo.com é encontrada 7 vezes, metade do que é descoberto no site da consola norte-americana.”

 

Continuando com a saga “forma de arte”, Hecker refere que Phil Harrison e Bill Gates estão a dar valor a jogos enquanto forma de expressão artística. O mesmo não pode ser dito da Nintendo.

 

Aproveitando o balanço, dá como exemplo as palavras de Eiji Aonuma - criador de Twilight Princess -, que, segundo ele, disse: “Não sinto que os jogos tenham de ser necessariamente arte. Não há mal nenhum nisso. O nosso objectivo é desenvolver jogos que sejam divertidos.”

 

Hecker responde... “Isto não é bom vindo de pessoas que lideram a indústria. Se vamos transformar os jogos na forma artística do século XXI, necessitamos de responsáveis que se preocupem mais do que apenas em fazer brinquedos divertidos.”

 

Hecker termina na brincadeira, dizendo que irá tomar de assalto o palco onde decorrerá a palestra de Shigeru Miyamoto, fazendo depois algumas exigências à Nintendo.

 

“Primeiro: Reconheçam, e desenvolvam, jogos sob o prisma de forma artística. Segundo: Desenvolvam consolas que não sejam uma m****.”

 

Sem palavras – parte três!!!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 12:57

Quarta-feira, 07.03.07

Mi Casa es su Casa!

A Sony acaba de apresentar o serviço PlayStation Home. E uma coisa é certa... impressiona muito!!!!

 

Basicamente, é como se a consola se transformasse num vastíssimo mundo habitado por milhares/milhões de avatares dos utilizadores. Quanto à nossa personagem, cara, roupas, acessórios, cor... tudo por nós “construído”. Mal comparado, é como se fosse o fruto de uma relação entre um Sim e um Mii.

 

Depois temos a interacção com os habitantes da “Casa PlayStation”, interacção essa feita via teclado virtual, teclado ligado a uma entrada USB ou através de chat de vocal.

 

Para melhorar, teremos o nosso espaço privado... a nossa casa, casa essa por nós mobilada com objectos adquiridos na PS Network. Nesse local apenas entrará quem for convidado. A nossa comunidade de amigos. Excelente!

 

E será no nesse “palácio” que partilharemos todo o conteúdo multimédia guardado na consola. Por exemplo, poderemos exibir vídeos numa televisão, colocar ficheiro MP3 a tocar numa aparelhagem ou mostrar fotografias, pendurando-as nas paredes da sala. Pelo meio, toca a convidar amigalhaços para investidas multiplayer.

 

Segundo a Sony, a Home será um local em constante crescimento, portanto ficou prometido um cinema onde faremos downloads de filmes e séries... um Hall of Fame onde iremos buscar trofeus conquistados em jogos... e locais patrocinados por empresas externas.

 

Basicamente, promete muito. Faz lembrar um The Sims, versão MMORPG... mas promete muito.

 

Será que Home é ponto de viragem da até agora conturbada vida da PlayStation3? Pode ser que sim, pois na teoria o potencial desta vastíssima comunidade é realmente elevado. A ver vamos se na prática resulta. Mas espero que sim!

 

O vídeo de apresentação encontra-se aqui:

 

http://gameover.sapo.pt/media.html?article=31974&show=videos

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 19:24



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Março 2007

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

Mais Jogos no SAPO