Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GameOver: Blog oficial

O blog oficial do GameOver. Participa!



Quinta-feira, 17.05.07

Depois da tempestade... a bonança

Como foi relatado em primeira mão pelo Namorado, o lançamento da beta multiplayer de Halo 3 não correu de forma propriamente fluída, com os utilizadores de Crackdown a não conseguirem fazer download da tão aguardada demo.

 

A ira instalou-se por esse mundo fora. Os fóruns foram inundados de palavras de raiva, ódio e frustração, e a honorabilidade das mães dos responsáveis foi colocada em causa milhões de vezes, através dos quatro cantos do mundo. E não é caso para menos, ou não se tratasse de um dos mais importantes eventos da história do Live. Talvez mesmo o mais importante...

 

Suponho que agitação tenha sido grande para os lados da Microsoft e da Bungie. Suponho que não tenham faltado gritos e berros. Suponho que telefones e telemóveis tenham tocado muito. Suponho que não tenham faltado trocas de emails.

 

Mas a Microsoft já deve estar habituada a imprevistos como este. Quem não se lembra do mítico ecrã azul, durante a apresentação do Windows 98? E com Bill Gates no palco. Portanto... comparado com isso, a incompatibilidade entre Crackdown e a beta não foi nada. Nada mesmo!

 

E tudo fica bem quando termina bem. Umas horas de atraso resultaram em mais quatro dias de período de testes. Nada mau. Definitivamente, foi um bom negócio.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:07

Quarta-feira, 16.05.07

Beta de Halo 3 ou de Halo 2.5?!

O dia de ontem veio acompanhado pela beta multiplayer de Halo 3. E confesso que fiquei desiludido.

 

Se no caso da Wii peço acima de tudo divertimento, no que toca à Xbox 360 e PS3 peço gráficos! Peço alta definição! Quero ficar visualmente deslumbrado! Quero que o muito dinheiro investido num LCD HD seja recompensado com maravilhas que alimentem os meus olhos! Pode parecer novo-riquismo, mas é a mais pura das verdades!

 

E isso não acontece com a beta de Halo 3. Na verdade, os menos atentos poderão ser facilmente enganados se eu lhes mentir, dizendo que se tratam de novos níveis para Halo 2.

 

Ok... posso estar a exagerar um pouco... mas não muito! Definitivamente, trata-se de um Halo 2.5.

 

Claro que tem os seus momentos gráficos, como é o caso do efeito da água, realmente espantoso, e da granada de protecção. Mas no seu todo, de next-gen tem muito pouco.

 

O mesmo pode ser dito da mecânica. É uma evolução de Halo 2, mas que em quase nada tira partido das potencialidades do hardware da consola. Divertido? Sim! Repleto de adrenalina? Sem dúvida! Os incondicionais da saga vão sentir-se no Nirvana? Provavelmente! Pouco criativo? Definitivamente!


Obviamente que convém ter em atenção que se trata de uma beta, havendo ainda tempo para a implementação de melhorias gráficas. E tenho esperanças que os melhores níveis multiplayer estejam guardados para mais tarde. Mas para já... não fiquei nada impressionado. Nada mesmo!

 

Terá sido a Epic que me habitou mal com Gears of War?! Não digo que não. Mas a verdade é que após algumas horas na companhia da beta multiplayer de Halo 3 comecei a sentir saudades de utilizar a Lancer nos duelos COG vs Locusts. E o chamamento foi irresistível. E adeus demo, olá Marcus!

 

Diga-se que não foram necessários muitos segundos em Gears para que os meus pensamentos fossem invadidos pela seguinte frase:

 

“Goodbye Spartans! THIS IS NEXT-GEN!!!!!”

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 17:33

Terça-feira, 15.05.07

Uma manhã jogando online na Wii

Esta manhã fui apresentado ao multiplayer online da Wii. Obviamente que a estrela de serviço foi Mario Strikers Charged. Como o tempo não foi muito, não há muita quantidade de informação para ser dada.

 

Quando cheguei, Charged já estava ligado online, ou seja, não passei pelos momentos da introdução de Friend Codes. E apesar de nos encontrarmos a poucas semanas de receber o jogo, as informações relativas ao funcionamento das partidas ainda são poucas.

 

De qualquer maneira, é certinho que a intuitividade habitual no Live não estará presente, dando a sensação que está tudo muito semelhante ao multiplayer online da DS.

 

O jogo propriamente dito é engraçado, tendo condimentos para agradar a todos os elementos da família. Passaram por Sega Soccer Slam ou por Mario Smash Football? Então já sabem com o que irão contar.

 

Pelo pouco que joguei - para não me armar em parvo, apanhei 7-1 de um grego – o sensor de movimentos do Wiimote parece ter sido bem utilizado, servindo para placarmos inimigos e para defendermos as bolas que resultam da utilização dos super-pontapés. No primeiro caso há que abanar o mote junto do adversário com a bola... no segundo apontamos para ecrã e fazemos mira sobre os “mísseis” enviados. O Nunchuk serve para controlarmos as movimentações das personagens e para realizarmos acções especiais.

 

Notei que a fluidez não era perfeita, mas como não vi Charged a rodar offline não cheguei a perceber se este senão estava apenas relacionado com problemas de ligação online.

 

Agora resta esperar pela versão final, que terá ser testada no sossego e conforto do lar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 15:44

Segunda-feira, 14.05.07

Isto é hardcore!

Ikaruga é um dos mais difíceis shooters da história do género. Com o carimbo Treasure, a pseudo continuação de Radiant Silvergun apresenta-nos a uma mecânica única, onde as mudanças entre polaridades negativa e positiva - o Yin e o Yang - têm de ser constantemente utilizadas.

 

Só assim é possível sobreviver-se aos muitos inimigos que proliferam constantemente no ecrã, criando cadeias de combos, absorvendo tiros da mesma polaridade e soltando devastadoras ondas de energia. Uma verdadeira canseira, que geralmente resulta na visita ao ecrã de Game Over e na utilização do continue!

 

Mas há quem não sinta grandes problemas. Na verdade, há quem não sinta qualquer tipo de problemas, ao ponto de achar que o modo single player é fácil demais. Portanto, para tornar Ikaruga um pouco mais complicado, nada como dar uso ao multiplayer... sozinho. Ou seja, com cada mão a controlar uma nave diferente. Puro hardcore!!!!!

 

Não é demais lembrar que Ikaruga é um shooter de luxo, diferente e viciante. Foi lançado para as arcadas, passou pela Dreamcast e teve direito a uma adaptação GameCube. Um dos essenciais da minha vida.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:50

Sexta-feira, 11.05.07

Roubar é pecado?

A organização do Pastor evangélico Micah encontra-se a realizar sessões que têm como objectivo ajudar casais com problemas de relacionamento. E é de mim ou o logotipo escolhido faz lembrar algo?

 

Definitivamente, o Pastor e respectiva família são do género modernaço, como poderão ver no site oficial do senhor. Portanto, nada melhor do que tentar cativar o pessoal com algo "ligeiramente" inspirado no gadget do momento... tipo imagem subliminar, que poderá resultar em algo como: “Tenho de entrar ali. Tenho de entrar ali! Tenho de entrar ali! Tenho de entrar ali! E não sei porquê!!! E não sei porquê!!”

 

O Micah é espertalhão!


 Resta saber se as palestras de ajuda são acompanhadas por sessões de Wii Sports. Digamos que o Wii Boxing poderá ter alguns efeitos curativos.

 

Já agora, é de mim ou roubar é pecado na religião cristã? “Não furtarás” não faz parte dos Dez Mandamentos? Caramba!

 

Se estiverem interessados em conhecer o modernaço Pastor Micah:

 

http://www.reallifefellowship.org/staff/micah.asp

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:13

Quinta-feira, 10.05.07

Nem tudo foram rosas...

A Nintendo é conhecida por tratar com pinças a imagem das personagens dos seus jogos. Mas nem sempre foi assim...

 

No final dos anos 80, principio dos anos 90, a gigante nipónica entrou num verdadeiro turbilhão de loucura. E desse turbilhão nasceram as três passagens de Link pelo terrível CD-i da Phillips.

 

A parceria feita com a empresa aconteceu após o final do período de amizade entre a Nintendo e a Sony, que tinha como objectivo a criação de um leitor de CD-ROM para a Super Nintendo.

 

E assim surgiram Link: The Faces of Evil, Zelda: The Wand of Gamelon – de onde vieram os vídeos aqui colocados – e Zelda’s Adventure. Os jogos não foram desenvolvidos pela Big-N, tendo saído dos estúdios da Animation Magic e da Viridis. Vómito garantido!

 

 

Por essa coisa chamada CD-i – o nome nem deveria ser aqui pronunciado – passou também uma aventura de Mario – Mario Hotel – sendo considerado como um dos piores jogos da história da galáxia.

 

Este infame casamento com a Phillips deveria ter resultado numa nova consola Nintendo, com jogos em formato CD. Felizmente, tudo não passou de um soluço. Um tropeção na história da empresa de Quioto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 14:44

Quarta-feira, 09.05.07

Spider-Man 3 não é amigo da Activision

A versão vídeojogável da mais recente aventura de Peter Parker não tem sido propriamente bem recebida pela crítica. Esse facto já causou mossa à Activision, sendo responsável por uma queda de 5.2% do valor das suas acções.

 

Todd Geenwald, analista da Nollenberger Capital Partners, referiu que a produtora norte-americana não tem grandes razões para preocupações, pois o sucesso das adaptações filme/jogo está directamente ligado à prestação da longas metragens nas salas de cinema. E como era esperado... o filme de Sam Raimi tem dado conta do recado.

 

Como prova da teoria de Geenwald, foi anunciado hoje que o jogo da Activision entrou directamente para o primeiro lugar da tabela de vendas britânica.

 

Exactamente o oposto do que aconteceu com Tomb Raider: Angel of Darkness, lançado em simultâneo com The Cardle of Life. Ambas as performances foram desastrosas, não tendo faltado acusações vindas das duas partes, com a Eidos e a Paramount a responsabilizarem-se mutuamente pela catástrofe.

 

Estranhos tempos estes. Que saudades tenho dos anos em que um filme de sucesso como E.T. não evitava que milhões de cartuchos da respectiva adaptação fossem enterrados numa vala comum, situada algures em Alamogordo. E há tanto aterrozinho jeitoso disponível por esse mundo fora...

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 12:39

Terça-feira, 08.05.07

O pior jogo de sempre

É por muitos considerado como o pior jogo de sempre, sendo apontado como o grande responsável não só pela queda da Atari, como também pelo crash de 1983 que afectou a indústria norte-americana de vídeojogos. Chama-se E.T., foi lançado para a 2600 e é um dos maiores mitos da história dos vídeojogos.

 

Diz a história que em 1982 Steve Ross e a sua Atari pagaram mais de 20 milhões de dólares a Spielberg e à Universal para a compra dos direitos exclusivos do filme, um número absolutamente impensável para a altura.

 

Como as negociações estenderam-se para lá do esperado, Howard Scott Warshaw teve apenas cinco semanas - o deadline estava marcado para 1 de Setembro de 1982 - para desenvolver o jogo que muitos esperavam vir a ser o grande sucesso do Natal que se aproximava.

 

O resultado está à vista de todos. A mecânica é inacreditavelmente desprovida de charme, a jogabilidade um nojo e os gráficos de fazer cair os cabelos – mesmo para os parâmetros da altura.

 

Conclusão... foi arrasado pela crítica... foi arrasado pelos consumidores... e até Cristo, do alto do seu trono, deverá ter dito “por mim serás arrasado”.

 

Mas E.T. nem vendeu mal, com 1.5 milhões de cartuchos a saírem das lojas – embora muitos deles tenham sido posteriormente devolvidos. O problema reside no facto da Atari ter produzido 4 milhões de jogos, número que deveria ser vendido de forma a que os 20 milhões pagos pelos direitos fossem recuperados. O que não aconteceu. Foi o fim do 2600. Foi um dos golpes de misericórdia para a Atari.

 

Diz a lenda que milhões de cartuchos de E.T. foram enterrados em Alamogordo, no Novo México. Diz a lenda que foram soterrados juntamente com centenas de milhares de 2600. Diz a lenda que se trata do pior e mais “assassino” dos jogos criados. “Beeeee Baaaaaaaaad” em todo o seu esplendor!

 

É o grande mito urbano da indústria dos vídeojogos.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:48

Segunda-feira, 07.05.07

PS3 Elite... pura maldade

O pessoal da G4 é mauzinho, muito mauzinho e extremamente venenoso.

 

Depois do “anúncio” que colocava frente a frente a menina Wii e a senhora PS3, criaram uma pseudo-publicidade a uma eventual PlayStation3 Elite.

 

O resultado final é puro veneno... mas não se pode dizer que não seja divertido.

 

De qualquer maneira, quem for incondicional da máquina Sony e encontrar-se desprovido de sentido de humor, o melhor será passar à frente do clip em questão. É 1 minuto de enorme maldade e quem vos avisa vosso amigo é!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 12:33

Sexta-feira, 04.05.07

Tenho e não tenho!

Tocaram à porta. Chegou uma encomenda vinda da Concentra. Abro o envelope e Super Paper Mario NTSC aterra nas minhas mãos. Capa linda. Colorida. Com Mario, Peach e Bowser em grande destaque. Caramba, poderia ter sido um dia tão feliz... mas não foi.

 

Um pouco a medo e temendo o pior, inseri o disco na Wii. E esperei. Esperei mais um bocadinho. Depois desse bocadinho, esperei mais um bocadinho. Entrei no Canal de Jogos e:

 

Unable to read the disc. Check the Wii Operations Manual for help troubleshooting.

 

Durante a hora que fiquei a olhar para essas frases, em estado de choque, várias lágrimas escorreram pela minha face. Uma coisa é ler-se na net que a Wii não se encontra aberta a todas as regiões, outra coisa é sentir-se esse drama na pele.

 

Portanto, posso dizer que tenho o Super Paper Mario. Também posso dizer que não tenho o Super Paper Mario. Bela dualidade esta.

 

E assim ficarei até à recta final do ano... a olhar para a caixa, como um pequeno etíope a observar um frango fechado na mais segura das capoeiras.


Como eu odeio as pequenas contrariedades da vida!


Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 12:26



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Maio 2007

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

Mais Jogos no SAPO