Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GameOver: Blog oficial

O blog oficial do GameOver. Participa!



Sexta-feira, 15.01.10

Shiryu ao ataque com chiptunes

Como seria a banda sonora de F-Zero se o jogo da Super Nintendo tivesse sido criado para a NES? A resposta é dada em F-Zero: The 8-bit Suite, o mais recente CD do Shiryu.

 

Tratam-se dos 12 temas do clássico SNES em formato chiptunes, ou seja, adaptados à tecnologia 8-bits. O resultado é absolutamente delicioso.

 

Claro que não é para todos, acreditem. É estranho. Muito estranho. Mas também extremamente criativo. Na parte que me toca, adoro o movimento chiptunes... adoro o mais recente CD vindo do Shiryu. É um facto.

 

 

Sem mais, cliquem aqui e façam o download da obra. Já agora, visitem a página do Shiryu no YouTube.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 15:24

Quinta-feira, 14.01.10

A fina arte do salto

A arte do Rocket Jump vem de longe, não faltando mestres dos grandes saltos em tudo quanto é FPS. Mas estes rapazes de Halo 3 são realmente muito, muito, muito bons.

 

Através de seis minutos de vídeo são exemplificados vários dos saltos possíveis na obra da Bungie. Possíveis para um reduzido conjunto de eleitos, claro está. Digamos que não é o meu caso.

 

A escolha do momento mais espectacular é praticamente impossível, tal a classe presente em todos os segundos do clip. Mesmo assim,  sou capaz de destacar a situação demonstrada no minuto 4:25. Simples... mas absolutamente fantástica.

 

Sinto-me pequenino. Nada mais. Portanto, nada mais escrevo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:35

Quarta-feira, 13.01.10

Muito errado

Um esposo que gosta de jogos. Uma esposa que gosta de fazer malha. Uma esposa que gosta de fazer malha que gosta do esposo que gosta de jogos. O resultado está à vista de todos.

 

E o tal resultado assume a forma de camisola sem mangas, com um estampado baseado no primeiro nível de Super Mario Bros.

 

É um facto que a senhora tem jeito para a arte da lã. Mas será que alguém no seu perfeito juízo levaria tal camisola para o trabalho?

 

 

Naturalmente que também há que ter em conta que o modelo/esposo não é propriamente brilhante. Ou seja, o corte de cabelo... a camisa apertada no colarinho e nas mangas... nada ajuda. Mas mesmo assim...

 

 

Confesso que fiquei com um bocadinho de medo. Só mesmo um bocadinho... mas fiquei.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:03

Terça-feira, 12.01.10

O segredo está no sapatinho

Um velho anúncio vindo da Coreia revelou o segredo de Ryu. Agora já entendo a razão pela qual nunca consegui atingir o nirvana dos jogadores de Street Fighter II.

 

Pelo que me é dado a ver, o lutador descobriu a verdade das verdades durante um combate contra Dhalsim. O facto de ter “Eye of the Tiger” como fundo também deverá ter ajudado o lutador a “ver a luz”.

 

Registei a importância do ténis direito no momento em que Ryu coloca o pézito no chão para enviar um Hadoken. Tão mau, tão mau que se torna em alguns segundinhos de spot absolutamente imperdíveis.

 

E como não poderia deixar de ser, os ténis são mesmo horrorosos... mesmo tendo em conta que se trata de um produto vindo dos anos 90.  Antes descalço e sempre partidinho por levar muito pancada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 15:12

Segunda-feira, 11.01.10

Lan Di está triste!

Os anos passam e nada de Shenmue III. É triste. Muito triste. Com as devidas distâncias, é como se Tolkien tivesse desistido de escrever “O Regresso do Rei”, não concluindo a saga de Frodo e respectivos companheiros.

 

E Lan Di sente exactamente o mesmo, coitadito, como se pode observar no vídeo que se segue, inteiramente dedicado a uma conversa entre velhos inimigos.

 

Quer dizer... o homem matou o pai do protagonista para nada. Absolutamente para nada. Uma miséria. E o pior é que tem plena consciência disso mesmo, facto que torna toda a situação ainda mais dramática.

 

Por favor,  senhores da SEGA, prestem um pouco de atenção a esta situação lancinante. Dêem Shenmue III a Lan Di. E a mim também, já agora.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:24

Sexta-feira, 08.01.10

Um vício chamado Zelda

2009 já lá vai, mas as memórias são ainda recentes. E do ano que passou, em termos de videojogos, não posso deixar de recordar a minha estreita relação com o pequeno Link. Confesso que o universo de Zelda me tinha até há alguns meses passado ao lado, mas ao confrontar-me com a entrevista a Eiji Aonuma, o cenário mudou completamente.

 

Com algum receio, agarrei em Phantom Hourglass e lancei-me à aventura, certa de que passada a primeira hora o cartuchinho estaria no fundo da gaveta mais próxima. E claro que me enganei. Redondamente! Os primeiros 60 minutos passaram, depois vieram mais outros e ainda mais outros e… aí por diante. Quando dei por isso, era quase impossível largar a DSi. Os almoços foram substituídos por batalhas com bosses; os livros acumularem-se na estante por ler, dando lugar à descoberta de tesouro e as idas ao ginásio foram sendo adiadas devido a puzzles.

 

Feliz da vida andava o luxxx, não se cansando de dizer: “Eu bem te avisei, já sabia que ias adorar”. O estado de espírito do meu companheiro de redacção não era, porém, partilhado pelos meus amigos, que não entendiam as minhas recusas para sair. E senti até alguma pena do meu namorado, cabisbaixo no sofá e cheio de ciúmes da portátil.

 

Mas o sacrifício compensou. Depois de alguma luta, Phantom Hourglass foi terminado. O problema é que bastaram dois ou três dias para receber Spirit Tracks. E tudo recomeçou. Alimentação descuidada, falta de exercício, namorado desprezado, enjoos por insistir em jogar durante viagens de autocarro.

 

Felizmente, e feita a crítica, o meu entusiasmo esmoreceu. Mas não é com alguma tristeza que agora olho a DSi com o joguinho lá dentro largada a um canto. Às vezes até podia jurar que me chama, que implora para que tente pela enésima vez passar o quarto piso da Tower of Spirits. “Anda, vem lá, desta vez vais conseguir”, parece-me gritar a máquina. Só que o tempo não dá para tudo e há outras prioridades.

 

 

Link e Zelda terão de esperar por dias menos atarefados. Quem sabe, talvez lá mais para o Outono, em vésperas de chegar o Legend Wii…

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por agil às 14:08

Quinta-feira, 07.01.10

Duke Nukem Forever: A saga

Os atrasos e adiamentos são lugares-comuns no universo dos videojogos. Ainda no final do ano, muitos títulos foram movidos para 2010 devido ao excesso dos ditos AAA. Há também sempre aqueles detalhes que precisam ser polidos e acabam por fazer esperar os gamers mais tempo do que o desejável.

 

E depois existe Duke Nukem Forever, o paradigma dos paradigmas quanto a jogos aguardados e adiados vezes sem conta. Como devem saber, o título de acção foi anunciado há mais de dez anos e tem sido alvo de centenas e centenas de notícias e sobretudo de rumores.

 

As informações mais recentes falavam do fim da 3DRealms, estúdio encarregue do jogo, e consequentemente da morte do tão esperado software. Entretanto, parece que não é bem assim. Que afinal, Duke Nukem Forever ainda mexe e que até será acompanhado de outros títulos do herói para um público mais casual.

 

Para manter vivo o suspense que se arrasta, Jon St. John, actor que dá voz a Nukem, veio deitar mais achas na fogueira. Quando inquirido sobre o jogo, John disse que não podia falar do assunto, pedindo aos jornalistas e fãs para não ficarem desapontados, mas que em vez disso, lessem nas entrelinhas.

 

Quer isto dizer que Duke Nukem Forever está mesmo vivo? Ou estaremos perante mais uma montanha que pariu um rato? Resta-nos mesmo esperar, já não digo pelo jogo, mas por novos detalhes da saga.

 

E para terminar em beleza este meu regresso ao blog, enquanto o luxxx desfruta das temperaturas gélidas de Paris, deixo-vos com o trailer do famigerado jogo vindo da E3 de… 1998.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por agil às 13:25

Quarta-feira, 06.01.10

This game pushes the limit of imagination... backwards!

Quem ande pelo Facebook não pode deixar de conhecer Farmville. Não pode mesmo. É impossível. Andam de mãos dadas.

 

Trata-se de um simulador de gestão de uma quinta desenvolvido pela Zynga. Há vaquinhas para serem tratadas, morangos para serem plantados, milho para ser apanhado e ovos para serem amealhados, entre um dezenas de outras actividades.

 

Níveis de experiência vão sendo conquistados, o terreno vai aumentando e bichinhos são oferecidos a amigos. É uma autêntica febre, acreditem, que atingiu milhões de utilizadores do Facebook.

 

Mas também há muitos que apontam a obra da Zynga como uma autêntica praga, pois não há mural que não tenha informações relativas às práticas realizadas por amigos na sua quinta, informações essas a que se juntam resmas de presentes vindos de tudo quanto é terreno virtual. E quando digo muitas informações, quero mesmo dizer muuuuuuuuuitas informações. E quando digo resmas de presentes, quero mesmo dizer reeeeeeeeeeeesmas de presentes.

 

Digamos que tem gerado um sentimento de ódio e pavor em milhões de utilizadores da mais conhecida das redes sociais. E aqui fica um exemplo...

 

Na parte que me toca, não me chateia. Não jogo... mas não me chateia. O mesmo já não posso dizer da minha cara-metade. É uma fã. Incondicional. Reina em Farmville. Domina os campos. É a deusa das hortas. Assim seja.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:28

Terça-feira, 05.01.10

RIDE é um jogo mesmo, mesmo, mesmo realista

Tony Hawk: RIDE vem acompanhado por uma prancha de skate que substitui o comando tradicional das consolas. É o realismo ao serviço dos vídeojogos... em todos os sentidos e mais alguns.

 

Se não acreditam na minha afirmação, prestem atenção ao vídeo que se segue. Trata-se de um verdadeiro exemplo de como a indústria evoluiu de forma impressionante.

 

Diz a lenda que Joel comprou o simulador da Activision. Burnie quis experimentar a obra. Burnie experimentou a obra. Burnie sofreu um acidente. Burnie deve ter sofrido diversas contusões. Jack filmou. Nós agradecemos. É mesmo assim.

 

Um jogo de skate durante o qual se cai da prancha?! Mais realista é impossível. Devia ter um autocolante na caixa a prevenir: Dor incluída.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 16:56

Segunda-feira, 04.01.10

Lag!

Facto da vida Nº 873: Não colocar uma raposa dentro de uma capoeira. Facto da vida nº964: Nunca pedir a um jogador habituado a shooters online que participe numa sessão clássica de Monopólio.

 

O não cumprimento deste último facto é demonstrado no vídeo que se segue pelo pessoal da Reckless Tortuga. E como seria de prever, o resultado está muito para além do desastroso.

 

Digamos que as ofensas fáceis e básicas a que todos estamos habituados no Live assentam na perfeição num jogo de tabuleiro, como pode ser aqui comprovado. Excelente!

 

“Oh my God! You’re Lagging!”... é lindo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 12:49

Pág. 2/2



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Janeiro 2010

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

Mais Jogos no SAPO