Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GameOver: Blog oficial

O blog oficial do GameOver. Participa!


Sábado, 17.02.07

Da fotocópia ao jogo traduzido

No que toca a manuais, ao longo da vida passei pelas mais variadas situações. Como não sou propriamente novo, muito pelo contrário, obviamente que a minha experiência caseira com vídeojogos - que se seguiu a um período de gastos astronómicos nas salas de arcadas, a colocar moedas em mimos como Pac-Man e Defender - aconteceu na companhia do ZX Spectrum.

 

Ora bem... dependendo da boa vontade dos senhores responsáveis pelas lojas, as cassetes eram, na melhor das hipóteses, vendidas com uma fotocópia na tampa da caixa. Instruções?! Nem pensar nisso é bom! Luxos desses não existiam num país onde a lei respeitante a produtos informáticos apenas entrou em vigor no anos 90.

 

Por essa razão, o jogos do Amiga nem capinha fotocopiada tinham. “Dá cá a disquete... (pausa para se copiar a obra pretendida)... toma lá a disquete... dá cá o dinheiro.” Instruções?!?! “Pois sim, desenrasca-te.” No caso do Commodore,  a situação era mais complicada, visto a complexidade e variedade da mecânica dos jogos serem, geralmente, bem superiores à dos títulos da saudosa máquina de Sir Clive Sinclair.

 

O nascimento das consolas 16 bits, no início dos anos 90, mudou a situação. Finalmente, chegaram a Portugal os distribuidores oficiais. Caixas de boa qualidade, bem coloridas e manuais de instruções traduzidos para a língua de Camões. Gralhas e erros não faltavam e os tais manuais assumiam a forma de fotocópias a preto e branco – no caso da Nintendo, eram folhinhas dobradas sobre si próprias, literalmente esborrachadas dentro das caixas.

 

Os anos passaram... a qualidade do produto final aumentou de forma significativa. Desapareceram os manuais fotocopiados, surgiram os livros de instruções imprimidos de forma profissional. Aí sim, senti que nos estávamos a tornar europeus.

 

Mais anos passaram... 16 bits RIP... um viva para as 32 bits... 32 bits RIP... um viva para as 128 bits. Chegou o domínio da Sony. O dinheiro não faltava e com ele vieram alguns jogos PS2 totalmente dobrados - como já tinha acontecido com obras PC – ou completamente traduzidos. No que toca à dobragem... há que esteja de acordo, outros nem por isso. Confesso que me englobo no grupo do “não!”... mas esse tópico dá para outro post.

 

Chegámos a meados da primeira década do novo século. A Xbox 360 apresenta-se ao serviço com um dashboard traduzido para português do Brasil. Live luso.  A nossa língua entrou para as caixas e manuais de produtos Nintendo. O canal de sondagens da Wii tem as perguntas localizadas. A PS3 traz um dashboard lusitano e a garantia de que todos os jogos distribuídos pela Sony Portugal virão, no mínimo, literalmente traduzidos para português – instruções e diálogos.

 

É a chegada de uma nova era. Perdeu-se a pureza, ganhou-se na qualidade da apresentação do produto final. Agora sim, os vídeojogos começam a ser para todos. Todos com uma mão cheia de euros para pagar pelas máquinas, claro está. Mas como acontece com a dobragem, também esse tema dá direito a outro post.

 

Mas sabem uma coisa? Confesso que sinto saudades da capa de plástico barato... da fotocópia a preto e branco... da cassete... da disquete. Do senhor da loja que não entendia a frase “gostaria de levar o Jet Set Willy, por favor.”

 

“Levar o quê? O Sem Ser Mili?!”

 

É no que dão os dias em que a nostalgia toma conta da minha alma. E desculpem lá o tamanho do post...

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 20:02


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Abril 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

Mais Jogos no SAPO


Posts mais comentados