Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GameOver: Blog oficial

O blog oficial do GameOver. Participa!


Sexta-feira, 27.03.09

A Nuvem

Sem margem para dúvidas que o anúncio do OnLive marcou a presente edição da GDC 09. Será o futuro? Será um flop? Será apenas um protótipo daquilo que chegará lá mais para frente?


Como deverão saber, trata-se de um serviço onde os jogos correm num servidor colocado numa “nuvem”, com um vídeo das nossas acções a surgir no ecrã do monitor/televisão. Ou seja, não é bem em tempo real. De qualquer maneira, a promessa de latências mínimas foi feita.


Assim sendo, o mais normal dos PC ou Mac poderá correr o mais exigente dos jogos, não sendo necessárias grandes preocupações com actualizações de hardware. Em teoria, apenas será necessária uma ligação de 5mb/s para se usufruir das obras em toda a glória dos 720p. No caso da ligação ser feita à televisão, será obrigatório comprar-se uma pequena caixa para o efeito.

 


Para já, o OnLive conta com o apoio da Atari, Eidos, Codemasters, EA, Epic, Take-Two, THQ, Ubisoft e Warner Bros. Naturalmente que as produtoras deverão achar muita graça, pois a distribuição digital resulta numa enorme redução de custos.


Obviamente que em teoria é tudo muito bonito, restando saber o que acontecerá no momento em que milhares de utilizadores estiverem ligados em simultâneo... e nem falo ao mesmo jogo.


De qualquer maneira, o conceito agrada-me. Muito. E penso que será mesmo, mesmo o futuro. Não sou tão dramático quanto Pachter, que já veio dizer que estamos perante a última geração de consolas. Agora... não sei se não será a penúltima... pelo menos, da forma tradicional como as conhecemos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:12

Sexta-feira, 16.02.07

Uma geração prematura?

Após algumas horas a jogar God of War II, voltei a perguntar a mim mesmo se a nova geração de máquinas não terá sido lançada prematuramente.

 

A nova aventura de Kratos é simplesmente soberba, demonstrando que ainda muito seria possível no hardware da PlayStation2. E não esquecer que as próximas semanas trarão consigo grandes títulos, como é o caso de Okami e Final Fantasy XII. Todos eles garantindo fabulosas experiências de jogo, muito acima da grande maioria dos títulos actualmente disponíveis para a PS3, 360 e Wii.

 

Além do mais, duas das máquinas next-gen têm a alta definição como imagem de marca... mas na realidade o HD encontra-se longe de estar implementado nas casas dos consumidores. E já nem falo em Portugal e na Europa, onde as cadeias de televisão ainda não ultrapassaram o período de testes de emissões em 720p, pois estudos recentes apontam para que apenas 17% dos norte-americanos tenham LCDs/Plasmas preparados para tirarem total partido das potencialidades gráficas das novas consolas.

 

Baseado numa experiência pessoal, posso avançar que grande parte dos meus companheiros americanos de Gears of War jogam a obra de Epic em televisões de normal resolução.

 

No que toca ao online, já existia na Xbox e na PS2, se bem que no caso desta última muito mal implementado. De qualquer maneira, com um pequeno esforço, a experiência online poderia aproximar-se um pouco mais da disponível nas máquinas next-gen.

 

Depois temos o Blu-ray/HD-DVD. Sinceramente... os DVDs ainda têm muitos anos de vida pela frente, permitindo sessões de caseiras de filmes com excelente qualidade de imagem e som. Ou seja, o salto qualitativo da passagem para filmes HD nada tem a ver com o salto permitido pelo fim do VHS. E também neste ponto... poucos têm televisões que permitam tirar total partido dos leitores de alta definição.

 

E mesmo a Wii... será que a Nintendo não poderia ter lançado um adaptador bluetooth para a GameCube que permitisse a ligação de um Cubemote à sua 128 bits? Possivelmente... sim.

 

Mas a verdade é que grande parte dos lucros da Sony/Microsoft/Nintendo vêm da venda de máquinas. E o negócio não poderia abrandar.

 

Tenho a teoria que a Sony não lhe teria desagradado manter “viva” a PlayStation2 durante mais alguns anos. As vendas continuam boas e o seu domínio do mercado é grande. Mas o mesmo não pode ser dito das suas congéneres 128 bits, facto que levou a Microsoft e a Nintendo a sentirem necessidade de deixar para trás a Xbox e a GameCube, entrando numa nova geração de máquinas. A SCE... foi de arrasto, o que lhe poderá sair um pouco caro.

 

É no que dá vivermos numa sociedade de consumo.

 

“Comprem as novas consolas! Não têm possibilidade de tirar total partido delas? Não faz mal! Comprem-nas na mesma e usufruam-nas a 100% daqui a vários anos... quando a próxima geração de máquinas for anunciada!”

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 15:24

Sexta-feira, 12.01.07

A importância do porno

É impossível dissociar-se a guerra das novas consolas da guerra do novo formato de leitores de filmes, ou seja, Blu-ray vs. HD-DVD. E tudo aponta para que este último tenha encontrado um aliado de peso: o porno.

 

Em simultâneo com a CES de Las Vegas decorreu a maior feira norte-americana da indústria da pornografia, e segundo informações vindas da “Cidade do Pecado”, parece que os pornógrafos estão ao lado do HD-DVD.

 

Patrões de vários estúdios referem que os custos e facilidades de produção de discos é extremamente cara no que respeita à tecnologia Blu-ray, portanto, para que o sexo explícito entre na era da alta definição, o HD-DVD é o formato a adoptar.

 

Convém recordar que a vitória do VHS sobre o Betamax deveu-se muito ao facto do porno ter escolhido a primeira como meio preferencial para a produção de filmes.

 

Enfim, nada como uma bela orgiazinha em toda a glória dos 1080p, ou mesmo dos 720p... para quem for menos exigente.


E embora caladinho e a olhar para o lado, como se nada fosse com ele, o HD-DVD agradece.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 15:42

Quinta-feira, 11.01.07

Haja paciência!

Os últimos dias têm sido recheados de trocas de palavras nada meigas entre responsáveis da Microsoft e da Sony. Como cereja no topo do bolo, têm sido polvilhadas por declarações erradas e comunicados que são rapidamente complementados com pedidos de desculpas. Sinceramente, dá a sensação que a CES de Las Vegas assemelhou-se a uma simples tasca...

 

Do lado da Sony vêm mimos que beijam a Microsoft com afirmações que colocam em causa os 10.4 milhões de máquinas vendidas. Estão pilhas de Xbox 360 nos armazéns das lojas... só vendem porque oferecem jogos e comandos... alteraram a estratégia...

 

Depois vem a resposta da Microsoft. A PS3 é cara... é um desastre... os seus conteúdos são pobres... a Sony não tem capacidade para criar um serviço online decente...

 

Como complemento, temos as afirmações erradas, e respectivos pedidos de desculpas, vindas da Sony. Um Emmy para o Sixaxis... desculpem, não era para o Sixaxis mas sim para o DualShock... MotorStorm corre a 60 frames por segundo em 1080p... desculpem, afinal MotorStorm não passa dos 30 frames por segundo e a resolução é de 720p...

 

E isto tudo em apenas três dias.

 

Parecem as discussões em fóruns onde fanboys da 360 e da PS3 trocam mimos de forma menos pensada, com alguns deles a fazerem afirmações incorrectas. Sinceramente...

 

No meio de tudo isto temos uma Nintendo que se comporta de forma exemplar, não respondendo às facadas de Kaz Hirai que sugerem que a Wii não passa de um upgrade ao hardware da GameCube.

 

Haja paciência!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 15:21

Segunda-feira, 04.12.06

E agora?

O trio de novas consolas já mostrou o que vale. Wiimote, Zelda, Virtual Consola, Gears of War, Live, 720p, 1080p, HD, Sixaxis, Resistance, Blu-Ray, HD-DVD...

 

E certo é que todas têm os seus pontos fortes e vários pontos fracos. Agora que todas deram entrada nas lojas norte-americanas e nipónicas... agora que já todos lemos e escrevemos sobre elas... agora que passaram da teoria à prática... chegou a altura de se tomar uma decisão final: em qual se irá gastar os muitos euros pedidos!

 

Na parte que vos toca, enquanto consumidores atentos ao que se passa na indústria dos vídeojogos, os acontecimentos, revelações, lançamentos e críticas às máquinas e jogos já lançados fizeram-vos mudar de opinião sobre qual comprar? Ou será que as vossas certezas foram confirmadas? Quais são as vossas expectativas para os tempos que aí vêm? Haverá uma vencedora e duas derrotadas?

 

Aproveitem este humilde espacinho e digam de vossa justiça.

 

Eu... bem... neste preciso momento vivo em estado de menáge a quatro, dividindo a minha atenção entre Twilight Princess, Wii Sports, Gears of War e Rainbow Six: Vegas. Quanto ao futuro, sinto um ligeiro arrepio ao pensar em coisinhas lindas como Smash Brawl, Super Mario Galaxy, Metroid Prime: Corruption, Metal Gear Solid 4, Heavenly Sword, Halo 3 e BioShock. Futuro risonho este...

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 17:20

Sexta-feira, 10.11.06

A PS3 e eu

Umas horitas a jogar PS3 é pouco, muito pouco. Mas é muito melhor que nada.

Fui com o Luís até aos escritórios da Sony para um test-drive da next gen da Sony e foi uma delícia. E como o Luís já adiantou bastante informação no seu post anterior, resta-me concordar com ele.

> Sim, é uma máquina linda que fica bem em qualquer sala. É grande mas não é maior que uma Xbox 360 + fonte de alimentação.

> Sim, o novo comando é levíssimo mas faz falta o rumble. De resto continua a ser o comando perfeito e os novos gatilhos funcionam na perfeição. O sixaxis (controlar os movimentos no jogo movendo o comando) não estava ainda suficientemente bem implentado para dar uma opinião justa, mas para já não me convenceu.

> Sim, o dashboard é uma confusão, tal como o da PSP. Mesmo para um gamer não é nada prático... eu, pelo menos, nunca me adaptei bem a ele. Se estão habituados à PSP vão sentir-se em casa.

> Sim, os jogos são impressionantes pela sua qualidade gráfica e fluidez. E isto é algo que não é muito habitiual em jogos de primeira geração. O facto de Resistance estar, graficamente, quase ao nível de Gears of War (jogo de 2ª geração da Xbox 360) revela que a PS3 é de facto uma máquina poderosa e o seu potencial é grande.

> Não, a diferença entre 720p e 1080p não é grande. Mesmo num ecrã de um metro de diagonal, só com muita atenção se conseguiria apontar as diferenças. Num ecrã de 2 metros de diagonal já não sei, mas como poucos de vocês terão uns milhares de contos disponíveis para comprar um, não creio que isso importe muito.

Mas por muito divertido que tenha sido jogar Motorstorm, Ridge Racer 7 e Resistance. O certo é que, chegado a casa, estava ansioso por pegar no Gears of War. A luta entre Xbox 360 e PS3 vai ser renhida. Para já, a PS3 convenceu! Venha Março e o lançamento europeu.

Entretanto leiam o especial do GameOver para saberem todos os detalhes: http://gameover.sapo.pt/article.html?id=30356

Autoria e outros dados (tags, etc)

por namorado às 15:08

Quinta-feira, 09.11.06

Na Cama com a PS3

Ok... não foi cama... foi mais no escritório da Sony. De qualquer maneiro, eu e João Namorado tivemos a nova consola Sony só para nós durante 3 horas.

 

Enquanto preparo o texto para ser colocado no GO amanhã, aqui ficam os meus primeiros pensamentos... ainda a quente.

 

Tenho de confessar que ia sem grandes esperanças. Mas fiquei impressionado pela positiva!

 

É grande, tem um design extremamente bonito e o comando é leve. Muito leve, mesmo. Esta leveza deve-se ao facto de no seu interior não se encontrar o motor de rumble, ou seja, os jogos não são acompanhados por vibração.

 

O dashboard é igual ao da PSP, o que, na minha opinião, o torno pouco confuso e nada intuitivo. Talvez o tempo ajude...

 

Pelas nossas mãos passaram um sexteto de obras: F1, Lair, Motorstorm, Genji 2, Ridge Racer 7 e Resistance. Para minha enorme infelicidade, Heavenly Sword não fazia parte do pacote.

 

Destes títulos tenho de destacar Motorstorm. É prazer de jogo puro e frenético, capaz de fornecer doses maciças de adrenalina. Sem grande exagero, a acção assemelha-se ao vídeo apresentado na edição 2005 da E3.

 

Lair tem como curiosidade o facto de dar uso às características únicas do Sixaxis, ou seja, o dragão desloca-se à base dos movimentos do comando. De qualquer maneira, nota-se que ainda necessita de vários ajustes.

 

Quanto aos outros, falarei deles amanhã.

 

Comum a todos é o facto de terem uma fluidez impressionante, sendo raros os momentos em que os frames soluçam. Impressionante, visto tratar-se da primeira vaga de títulos para a nova consola Sony.

 

Alguns dos títulos dão uso à capacidade máxima de resolução da máquina - os tais 1080p -, mas confesso que não notei grandes diferenças para os 720p.


Por hoje, fico-me por aqui. Mas volto a dizer... impressionou-me bastante!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 19:00


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Abril 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

Mais Jogos no SAPO