Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GameOver: Blog oficial

O blog oficial do GameOver. Participa!


Quarta-feira, 13.05.09

Hoje já jogaram Atari?

Hoje estou bem disposto. Muito bem disposto. Por isso, aqui fica um clip promocional ainda mais bem disposto. Ou talvez não... mas é queriducho e isso é que interessa.


Bom... ok... o anúncio é ligeiramente rasca, do género baratinho. Mas a música fica no ouvido. E dá a conhecer um jingle absolutamente clássico: “Have You Played Atari Today?”.


Pelo meio, ficamos a saber que a mãe da criança perde sempre, que o pai precisa de ser ensinado, que, por vezes, convém jogar com a mana, que os dias de chuva são bons para se jogar com amigos e que o Atari 2600 vicia muito... até as mãezinhas. Excelente e amoroso.

 


Faz parte da história dos vídeojogos, acreditem. Gosto. Mesmo muito!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 12:13

Quarta-feira, 06.05.09

Conseguirá sobreviver a 15 situações perigosas?

Após uma manhã passada a escrever sobre a versão HD de X-Men Origins, senti uma necessidade urgente de viajar até um longínquo passado.


Portanto, nada melhor do que ir buscar o spot publicitário da versão Atari 2600 de “ Os Salteadores da Arca Perdida”. E é lindo!!!


Tão deliciosamente retro. As frases proferidas... as cores... as animações quase inexistentes... o nazi atrás de Indiana... o vazio dos cenários... o mágico que tudo isto era para altura... o facto de termos conseguido visualizar o Dr. Jones naquele pauzinho amarelo... gosto tanto, tanto, tanto!

 


Como curiosidade, saibam que a obra foi programada por Howard Scott Warshaw. Steven Spielberg gostou tanto do resultado, que convidou Warshaw para desenvolver E.T. Erro! Erro para Howard Scott... erro para Spielberg... erro para a Atari! Sorte para a cidade de Alamogordo , que ficou para sempre no mapa vídeojogável.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 14:01

Quinta-feira, 12.03.09

Até trazia um autocolante!

Celebremos a chegada iminente de Star Trek, versão J.J. Abrams, com o clip promocional de um jogo tão desafiante, mas mesmo tão desafiante, que até necessita da colagem de um folheto de instruções junto ao joystick.

 

Trata-se de Star Trek, jogo da SEGA, lançado em 1983 para o Atari 2600, 5200 VIC 20, Commodore 64 e Texas Instruments 99.


E as coisas que se podiam fazer. A completa loucura. Lançar Photons, disparar Phasers e até entrar em velocidade Warp. Tudo isto enquanto se lidava com naves Klingon e especialmente com discos voadores genéricos, os preferidos de todos nós. Por fim, um combate com Nomad. Meeeeeeedo!

 

 

Como cereja no topo do bolo, tem a aprovação de um jovem vulcano, facto que deve ter deixado os consumidores bem mais descansados. Eu ficaria.

 

Adoro publicidade retro. Adoro mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:44

Terça-feira, 17.02.09

3 milhões de cartuchos Atari numa caverna

3 milhões de cartuchos para os vários modelos de Atari estiveram guardados numa caverna. Agora só resta um milhão...


No início da década de 90, a Atari encontrava-se à beira do fim. Assim sendo, decidiu vender todo o espólio de jogos que tinham em armazém. É aqui que entra a O'Shea, Limited, empresa do Missouri que adquire produtos de empresas na falência. Tipo abutres... mas sem asas... e com pernas... e por aí adiante...


Bom, passando à frente, os senhores da O'Shea deram por si na posse de três milhões de cartuchos para o Atari 2600 e Atari 7800. Novinhos em folha. Por abrir. Mint condition. E todos eles foram parar ao mais improvável dos armazéns: uma vastíssima mina abandonada de calcário, situada a 45 metros abaixo do solo.

 


15 anos depois, dos três milhões resta um. E as vendas têm vindo a aumentar nos últimos meses, especialmente após ter sido anunciado que Leonardo Di Caprio fará de Nolan Bushnell em “Atari”, filme sobre o criador da mítica empresa. Um sucesso portanto.


De acordo com Bill Houlehan, presidente da O'Shea, os jogos que mais saída têm tido são os seguintes: Pole Position, Mrs. Pac-Man e Dig Dug, seguidos de perto por Battlezone. Galaxian e Hat Trick.


Já agora, cada jogo custa 5 dólares, mais custos de envio. Baratinho.


Para saberem mais, cliquem aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:40

Quinta-feira, 24.04.08

Isto são edições limitadas!

Graças adeus que eles existem! São rapazes cheios de tempo livre nas mãos, que ocupam os seus dias a realizar as mais inacreditáveis modificações em consolas.

 

Começo com o grande mestre Benjamin Heckenforn. Foi da sua mente que saiu uma dupla de máquinas HD transformadas em portáteis. Se o laptop 360 foi criado no início do ano, a versão PS3 é novinha em folha, encontrando-se à venda na ebay. A mais recente licitação foi de 23,600 dólares. A receita será entregue à National Cancer Coalition. Excelente!

 



Farto de trocar de consolas para jogar as suas obras favoritas, Richard DaLuz montou um “monstro” chamado Super Genintari. Basicamente, trata-se de um quatro-em-um, composto por uma Atari 2600, uma NES, uma Super Nintendo e uma MegaDrive. Muito, muito feia!

 


Uma gracinha é a criação de Kotomi, que transformou um cartucho NES numa pequena consola NES. Impressionante!

 


Para terminar, conheçam a obra máxima de Parker Dillmann: uma portátil NES feita de madeira! Confesso de adoro esta delícia!!!

 


E como vou abandonar a cidade durante os próximos dias... 25 de Abril sempre!!! A terra a quem a trabalha!!! A cantiga é uma arma contra a burguesia!! O povo unido nunca mais será vencido!!! Nem mais um soldado para a colónias!!! O povo está com o MFA!!! A banca é do povo!!! Viva a reforma agrária!!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:33

Quarta-feira, 19.12.07

Feliz Natal, ET... e bom aterro novo

O Natal está à porta, as crianças estão felizes, os perus estão a ser abatidos em massa e bacalhau já está cortado em postas. O mesmo aconteceu em 1982, altura em que foi lançado o infame E.T. para a Atari 2600.

 

Para festejar os 15 anos do lançamento do jogo, aqui fica a publicidade natalícia. É bonitinha, tem como pano de fundo a composição de John Williams e é completamente anos 80. Claro que tudo fica estragado no momento que surgem no ecrã imagens do raio da obra...

 

“The videogame that lets you help E.T. get home!”, diz a voz off. Mal sabia o infeliz extraterrestre que o seu destino seria um aterro em Alamogordo, no Novo México, local onde consta que foram enterrados milhões de cartuchos que ficaram por vender.

 

Fimzinho mais triste, esse. Antes ser dissecado na Area 51, após ter sido abusado sexualmente por um militar necrófilo. Mas acabar um aterro?!?!

 

Ainda por cima até o nome da localidade é rasca... Alamogordo... que desgraça.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:56

Terça-feira, 08.05.07

O pior jogo de sempre

É por muitos considerado como o pior jogo de sempre, sendo apontado como o grande responsável não só pela queda da Atari, como também pelo crash de 1983 que afectou a indústria norte-americana de vídeojogos. Chama-se E.T., foi lançado para a 2600 e é um dos maiores mitos da história dos vídeojogos.

 

Diz a história que em 1982 Steve Ross e a sua Atari pagaram mais de 20 milhões de dólares a Spielberg e à Universal para a compra dos direitos exclusivos do filme, um número absolutamente impensável para a altura.

 

Como as negociações estenderam-se para lá do esperado, Howard Scott Warshaw teve apenas cinco semanas - o deadline estava marcado para 1 de Setembro de 1982 - para desenvolver o jogo que muitos esperavam vir a ser o grande sucesso do Natal que se aproximava.

 

O resultado está à vista de todos. A mecânica é inacreditavelmente desprovida de charme, a jogabilidade um nojo e os gráficos de fazer cair os cabelos – mesmo para os parâmetros da altura.

 

Conclusão... foi arrasado pela crítica... foi arrasado pelos consumidores... e até Cristo, do alto do seu trono, deverá ter dito “por mim serás arrasado”.

 

Mas E.T. nem vendeu mal, com 1.5 milhões de cartuchos a saírem das lojas – embora muitos deles tenham sido posteriormente devolvidos. O problema reside no facto da Atari ter produzido 4 milhões de jogos, número que deveria ser vendido de forma a que os 20 milhões pagos pelos direitos fossem recuperados. O que não aconteceu. Foi o fim do 2600. Foi um dos golpes de misericórdia para a Atari.

 

Diz a lenda que milhões de cartuchos de E.T. foram enterrados em Alamogordo, no Novo México. Diz a lenda que foram soterrados juntamente com centenas de milhares de 2600. Diz a lenda que se trata do pior e mais “assassino” dos jogos criados. “Beeeee Baaaaaaaaad” em todo o seu esplendor!

 

É o grande mito urbano da indústria dos vídeojogos.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:48


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Abril 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

Mais Jogos no SAPO