Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GameOver: Blog oficial

O blog oficial do GameOver. Participa!


Sexta-feira, 17.01.14

Steam Machines ao poder?

Há vários meses que as badaladas Steam Machines têm feito correr muita "tinta". Desde que a Valve declarou guerra à sala de estar com o conceito de PC modular, a indústria ficou atenta aos próximos passos da gigante de Gabe Newell. Primeiro revelou um sistema operativo, o SteamOS, uma variante de Linux altamente otimizada para o Steam e Big Picture (otimização de menus na ligação às televisões); depois seguiu-se os comandos oficiais (cuja substituição dos manípulos analógicos por digitais tem-me vindo a criar algum ceticismo); depois houve a demonstração do Piston, uma das primeiras máquinas modulares, num exemplo do que seria uma Steam Machine.

 

Durante o evento CES, no início de janeiro, a Valve revelou finalmente as Steam Machines. Plural, porque são 14 máquinas – para já – oficialmente reconhecidas como tal. Mas o mais estranho, todas elas de fabricantes distintos e nenhuma da Valve, que refere ainda não estar pronta. E mais estranho ainda, o tal Piston não estava no lote. A empresa clarificou depois que não quer ser uma máquina exclusiva para Steam, mantendo ligação com os serviços digitais da Microsoft e Electronic Arts (Origin), por exemplo.

 

Das máquinas reveladas, todas elas têm em comum serem pequenas caixas compactas, como uma consola, entre designs atraentes e outros bizarros. Mas totalmente distintas no preço – entre os 500 e 6 mil dólares – correspondente aos componentes. Mais memória, melhores placas gráficas ou processadores mais rápidos, existem “máquinas a vapor” para todos os bolsos.

 

Mas com isto, do que se trata afinal de uma Steam Machine? A designação pode ser fácil – máquinas otimizadas para correr os títulos presentes no serviço Steam, preparadas para serem utilizadas na sala de estar e ligadas ao televisor. Mas então isso não é possível com os portáteis recentes? Com qualquer outro PC que tenhamos utilizado na última década de existência do serviço digital da Valve? Penso que sim, sem dúvida. Não será apenas o “selo” Steam Machine uma certificação oficial da Valve, uma forma de credibilizar o PC; e de uma última instância, cobrar royalties extra aos fabricantes associados e até mesmo aos consumidores?

 

Terei de trocar o meu PC, com especificações melhores que metade das máquinas reveladas, só porque não tem o tal selo?

Rui Parreira

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Game Over às 15:31

Sexta-feira, 12.10.07

Newell não é amiguinho da Sony

Em entrevista colocada no blog da EDGE, Gabe Newell voltou a proferir palavrinhas de amor puro no que toca a PlayStation3. É bonito ver-se tanta paixão!

 

Lembro que há vários meses atrás o criador de Half-Life já tinha lançado uma frase onde era notória a sua afeição pela nova consola Sony, ao ponto de referir que a máquina era tão má que deveria ser retirada do mercado.

 

Desta vez, Newell revela mais alguns dos seus pensamentos. Sem mais, aqui ficam alguns deles:

 

“A PS3 é uma perda de tempo para toda a gente.”

 

Investir no Cell e no SPE não traz benefícios a longo prazo, não há ali nada que se possa aplicar em algo mais. Não se ganhará nada para além da odiosa arquitectura que eles (Sony) criaram.”

 

“(falando sobre o bom trabalho realizado pela EA no que toca à versão PS3 da Orange Box)... Penso que será complicado fazer com que atinja o mesmo standard das versões PC e Xbox 360.”

 

“Eles (Sony) não vão fazer dinheiro com a sua caixa. Penso que não é uma boa solução.”

 

Sinceramente, ainda não consegui entender se estamos perante um caso de ódio de estimação, de prazer em destilar veneno ou de enorme realismo.

 

Mas a realidade é que não ouço Kojima a queixar-se e penso que ninguém duvida que Metal Gear Solid 4 será algo de realmente muito, muito, muito bom. É que quem sabe, sabe mesmo, independentemente das dificuldades encontradas.

 

Confesso que não que não tenho qualquer paciência para choramingas! Ok... homem, já entendemos! Não consegues um bom desempenho na PlayStation3. Acontece aos melhores. Nada que um Viagra digital não resolva.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:37

Segunda-feira, 15.01.07

PS3 sob fogo cerrado

A nova consola Sony não tem sido poupada a ataques vindos de responsáveis de software-houses. Se na semana passada John Carmack não poupou a PlayStation3, esta semana começa com várias frases devastadoras proferidas por Gabe Newell.

 

Entre outros mimos, o patrão da Valve refere que a máquina é “um desastre”... “A Sony deveria cancelar a consola”... “A Sony perdeu a noção daquilo que os consumidores e software-houses desejam”... “Digam apenas: Foi um desastre terrível, vamos parar de vender isto e de tentar convencer as pessoas a desenvolver jogos para a máquina”...

 

Mais brutal era impossível.

 

Sinceramente, não consigo entender razão para tal violência. Já joguei Resistance, passei vários minutos na companhia de MotorStorm e experimentei o Sixaxis em Lair. Todos títulos de primeira geração... todos de uma qualidade assinalável.

 

Ok... pode ser que a Sony tenha colocado a fasquia demasiado alto. Pode ser que seja realmente complicado desenvolver obras para PS3. Pode ser que alguns responsáveis da gigante nipónica digam coisas que não deviam. Pode ser que os primeiros títulos para máquina não primem pela originalidade - o habitual em jogos de primeira geração, diga-se. Mas daí a ser um desastre...

 

Caramba, é de mim ou a PlayStation3 está a ser transformada no patinho feio da nova geração de máquinas?! Mas se nos fiarmos no velho conto infantil... o patinho feio não demorou muito a transformar-se num cisne.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por luxxx às 13:39


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Abril 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

Mais Jogos no SAPO